EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

19 de Agosto de 2019

Santos confirma 6º caso de sarampo na cidade; bloqueio vacinal ocorre nesta quinta no Boqueirão

Menina de três anos é moradora do bairro e já foi vacinada

A Prefeitura de Santos, por meio da Secretaria de Saúde, confirmou o sexto caso de sarampo na cidade neste ano. Desta vez, a paciente é uma menina de três anos, moradora do bairro Boqueirão, e que já havia sido vacinada. Por conta disso, haverá um bloqueio vacinal nesta quinta-feira (18), a partir das 9h.

Segundo a administração, a criança adquiriu a doença na cidade e teve boa evolução clínica, podendo retomar normalmente suas atividades. A confirmação da doença foi feita pelo Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo, na segunda-feira (15).

Segundo a Secretaria de Saúde, o bloqueio vacinal a ser realizado começará às 9h desta quinta-feira. Serão vacinados moradores de 119 imóveis que envolvem as ruas Clóvis Bevilacqua (nº 2 ao 20), Colômbia (31 a 35), Acácio Nogueira (54 a 72) e Victor de Lamare (1 a 27).

Agentes de saúde deixarão avisos nos imóveis fechados para que o munícipe se encaminhe à Policlínica da Conselheiro Nébias (Avenida Conselheiro Nébias, 514) munido da carteira de vacinação para verificar a necessidade de imunização.

Segundo a prefeitura, já foram aplicadas 111.071 doses de vacina contra o sarampo, caxumba e rubéola (SCR). Número maior que os anos de 2018 e 2017.

Casos anteriores:

- 1º de março - Passageiro de 21 anos do MSC Seaview, morador do Gonzaga.

- 8 de março - Servidora que participou da investigação epidemiológica no navio, moradora da Pompeia.

- 25 de março - Criança de 4 anos, moradora do Macuco, primeiro caso sem relação com o MSC.

- 28 de março - Profissional de saúde que atendeu paciente com sarampo.

- 15 de abril - Menina de 1 ano, moradora do Embaré.