Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Santos aumenta restrições para bares e restaurantes a partir desta terça-feira; veja horários

Prefeito Rogério Santos anunciou que novas medidas são de prevenção contra o avanço da Covid-19, a fim de evitar aglomerações, mesmo com a cidade na Fase Amarela

Por: Matheus Muller & Marcela Ferreira &  -  18/01/21  -  19:49
Secretário de Saúde, Adriano Catapreta e o prefeito de Santos, Rogério Santos (PSDB)
Secretário de Saúde, Adriano Catapreta e o prefeito de Santos, Rogério Santos (PSDB)   Foto: Vanessa Rodrigues/AT

O prefeito de Santos, Rogério Santos (PSDB) anunciou, nesta segunda-feira (18), que o funcionamento de bares e restaurantes passará a ter horários mais restritos no município a partir de terça-feira (19). A medida tem em vista a prevenção à Covid-19 e evitar a formação de aglomerações, mesmo que a cidade esteja na fase amarela do Plano São Paulo.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Os bares da cidade devem funcionar até as 20h, enquanto que os restaurantes ficarão abertos até as 22h. O consumo de bebidas alcoólicas só está liberado até às 20h, em ambos tipos de estabelecimentos. A decisão foi informada à imprensa em encontro na Arena Santos, nesta segunda. Durante o evento, também foi divulgado o plano de vacinação contra a Covid-19 que será realizado em Santos.


O novo decreto foi assinado nesta segunda, e deve ser publicado no Diário Oficial nesta terça-feira (19). A validade do novo decreto é por tempo indeterminado, de acordo com o prefeito.


"Com o agravamento da epidemia e, às vezes, o comportamento dessas pessoas se aglomeramento nas ruas, em bares, nós tomamos essa medida que segue o Plano SP", disse Rogério Santos.


O presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares (Sinhores), Heitor Gonzalez, afirma a respeito da restrição queessa determinação irá trazer grande prejuízo para o setor, principalmente para o segmento de bares, e que muitos irão quebrar. "Em relação a adequação às medidas, os estabelecimentos que sempre cumprem as regras continuaram, mas os que estão acostumados a burlar as recomendações, certamente não deixarão de descumprir o decreto", diz.


Sobre novas restrições ao uso das praias, o prefeito disse que ainda não pensa em fechamentos ou restrições, mas ressaltou: "Se tiver necessidade de novas restrições, faremos", comentou.


Ainda nesta segunda-feira, Rogério Santos foi até a capital paulista para dialogar com o Governo do Estado e tentar agilizar a entrega das doses de vacinas contra a Covid-19.


Logo A Tribuna