Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Santos adota barreira sanitária para impedir turismo de um dia

Medida acontece até segunda-feira (25), como forma de tentar conter a taxa de contágio e de transmissão de Covid-19

Por: Por ATribuna.com.br  -  23/01/21  -  14:45
Santos terá barreira sanitária na entrada da cidade neste fim de semana
Santos terá barreira sanitária na entrada da cidade neste fim de semana   Foto: Divulgação/Prefeitura de Santos

Às vésperas da validade de regras mais duras do Plano SP, Santos volta a adotarbarreiras sanitáriasa fim de tenter conter a escalada da taxa de contágio e de transmissão de Covid-19. A medida passa a ser adotadanas entradas da Cidade entre sábado(23)e segunda-feira (25), período de feriado prolongado na Capital.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


De acordo com o prefeito Rogério Santos (PSDB), oobjetivo é impedir o acesso de vans e ônibus de turismo de um dia, além de prestar orientações quanto às novas restrições impostas à Baixada Santista para controle da pandemia de covid-19.


LEIA MAIS:


Baixada Santista passa da marca de 3 mil mortes por Covid-19 desde início da pandemia


Maioria das cidades da Baixada seguirá reclassificação do Plano SP


Santos seguirá decretos do Estado e prefeito garante que não vai fechar as praias


Baixada Santista alternará entre fase laranja e vermelha; confira regras e horários


Baixada Santista regride à fase laranja do Plano SP e terá fase vermelha aos fins de semana


A barreira será realizadapela Guarda Civil Municipal (GCM) e pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). Elasserão montadas das 3h às 11h, na Avenida Martins Fontes, noSaboó, e na Avenida Presidente Wilson, no José Menino.


Planos rígidos


Rogério afirmou, em coletiva de imprensa na noite desta sexta-feira (22), que acidadeseguirá as determinações do governo do Estado,aoreclassificara Baixada Santista para fases mais restritivas do Plano SP, de combate à pandemia no novo coronavírus.


A partir da publicação do decreto estadual, o Município também fará uma regulamentação, a ser publicada na segunda-feira (25) se adequando às novas regras.


As mudanças foram anunciadas no dia em que Santos atingiu a marca de 1.012 óbitos porCovid-19 desde o início da pandemia, e diante de uma alta de 122% no número de mortes nos últimos 14 dias (113 casos)


No Plano SP, aregião passa da fase amarela para a laranja (mais limitada em relação a públicos e horários comerciais) durante os dias da semana, ingressando na vermelha (apenas serviços essenciais), das 20h às 6h.


Durante os finais de semana (dias 29 e 30 e 6 e 7 de fevereiro), vale somente a fase vermelha. Em caso de descumprimento da quarentena estabelecida pelo Estado, além de responder judicialmente, o Município pode sofres sanções em relação a recursos pleiteados.


“Vamos seguir a determinação. Não podemos repetir erros de outros locais, que não tomaram as medidas preventivas. Depois, não adianta lamentar. Claro que há um prejuízo econômico, mas vamos buscar soluções. A vida está acima de tudo”.


Fases


Em relação à fase amarela, a laranja (que entrará em vigor) reduz de dez para oito horas o período de funcionamento da maioria dosestabelecimentos, incluindo restaurantes e academias. Bares não estão permitidos (somente delivery).


Já a fase vermelha permite apenas serviços considerados essenciais, como supermercados, farmácias e padarias (sem consumo no local). Demais comércios alimentícios, como bares, restaurantes, quiosques e ambulantes poderão atender somente por delivery (sem retirada no local).


Praias


As praias de Santos permanecerão abertas ao público durante a semana. Aos sábados e domingos, dias integralmente abrangidos pela fase vermelha, não haverá comércio nos quiosques, nem de ambulantes na orla. A recomendação da Prefeitura é de que a faixa de areia seja utilizada exclusivamente para a prática esportiva, sem uso de cadeiras ou guarda-sóis.


Logo A Tribuna