Rua esburacada causa transtorno a motoristas na entrada de Santos

Veículos acabam ficando presos e precisam ser empurrados para seguir adiante

Por: De A Tribuna On-line  -  28/11/18  -  23:30

Motoristas que precisam utilizar a Rua Escritor Mário de Andrade, no bairro Chico de Paula, na entrada de Santos, vivem um verdadeiro drama para trafegar pela via. Por conta da grande quantidade de buracos, veículos que transitam pelo local acabam ficando presos nos buracos, o que gera grande reclamação dos condutores.


Um vídeo produzido por um motorista que trafegava pela via mostra uma kombi e uma caminhonete com dificuldade para passar pela rua, que é paralela à Via Anchieta.


Veículos têm dificuldade de passar pela região devido aos buracos
Veículos têm dificuldade de passar pela região devido aos buracos   Foto: Reprodução

As imagens mostram o asfalto danificado e com grande quantidade de buracos cheios d'água, o que impossibilitava o motorista de saber qual a real profundidade das falhas no asfalto. Veículos que tentavam usar o trecho para chegar às avenidas Nossa de Fátima ou Martins Fontes tiveram que ser empurrados para seguir adiante.


Apesar da entrada de Santos passar por obras, o trecho está liberado para o tráfego, porém, por conta dos buracos, fica praticamente instransitável.


Pavimentação


Por meio de nota, a Administração Municipal informou que constatou a necessidade de medidas emergenciais de pavimentação mesmo antes do início das obras que estão programadas para as vias que dão acesso à entrada de Santos.


O comunicado afirma que a Rua Escritor Mário de Andrade integra um conjunto de ruas que passarão por pavimentações emergenciais nos próximos dias.


Além dela, estão incluídas os trechos das ruas Ari Barroso com a Av. Nossa Senhora de Fátima; Av. Nossa Senhora de Fátima, da Rua Monsenhor Afonsina Proost de Souza até a Av. Martins Fontes, e um trecho da Av. Nossa Senhora de Fátima entre as ruas Ana Santos e Bóris Kauffman.


Entretanto, a Administração Municipal não soube infomar quando estes reparos acontecerão, esclarecendo que dependem de serviços programados em conjunto com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), por conta do trânsito de veículos e da maré, que pode causar acúmulo de água em alguns locais.


Confira o vídeo:



Logo A Tribuna