Professora de escola em Santos morre após cinco dias de sintomas de covid-19

Os primeiros testes chegaram a dar negativo, e a confirmação da infecção do vírus se deu apenas dois dias antes de sua morte

Por: Por ATribuna.com.br  -  12/03/21  -  15:10
Éryka trabalhava na escola há 25 anos
Éryka trabalhava na escola há 25 anos   Foto: Reprodução/Facebook

Uma professora da escola particular Gato Xadrez Interativo, no bairro Pompeia, em Santos, faleceu na última terça-feira (9), vítima de covid-19. Éryka Rodrigues foi trabalhar pela última vez no dia 3 de março, e depois disso começou a sentir alguns sintomas. Os primeiros dois testes rápidos que ela fez, em dois dias consecutivos, chegaram a dar negativo, mas o PCR teve resultado positivo no último domingo (7).


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Em nota, a Secretaria de Educação de Santos (Seduc) informou que "a Supervisão de Ensino da rede municipal e o Programa Saúde na Escola (PSE) estão dando suporte à unidade particular". A pasta afirma ainda que "por meio das visitas do supervisor, foi constatado que a escola está cumprindo todos os protocolos sanitários exigidos".


A escola afastou a classe de Éryka, com 10 alunos, e também uma professora auxiliar. Nas redes sociais da instituição, muitas homenagens foram feitas, com vídeos e fotos, por colegas de trabalho, pais, alunos e ex-alunos.


A ocupação de leitos em Santos tem aumentado rapidamente, chegando aos 70% nas UTIs e 62% nos leitos de enfermaria. No Brasil, recordes de morte são batidos quase que diariamente.


Logo A Tribuna