EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

3 de Agosto de 2020

Primeiro dia de praias liberadas em Santos tem movimento tímido e regras ignoradas

Banhistas podem utilizar a orla apenas para a prática de exercícios, em horários determinados e seguindo as regras determinadas pela prefeitura

Nesta segunda-feira (22), a primeira manhã de praia liberada, com algumas restrições, para esportes individuais em Santos foi tranquila, sem aglomerações e teve uma participação ainda tímida por moradores, apesar do sol quente. Apesar disso, ATribuna.com.br registrou que alguns munícipes ainda não seguiam todas as regras estabelecidas, como o uso de máscaras e o respeito ao distanciamento social.

“Estou sentindo que a minha vida voltou”, comemora a administradora de empresa Magali Gosi, que durante a caminhada fez vídeos e mandou para a família. Antes da liberação, ela costumava andar na calçada oposta da orla ou até se arriscava disputando espaço com os carros no leito carroçável que margeia o calçadão. Mas para continuar assim, Magali sabe que a fiscalização precisa ser mantida. “Controle não pode deixar de ter. Hoje, já tem gente tomando sol. Se não fiscalizar, vira aglomeração”, diz. 

Para o secretário municipal de Segurança, Sérgio Del Bel, o movimento da manhã foi tranquilo. “Monitoramos pelas câmeras e não tivemos aglomerações, apenas algumas poucas pessoas não utilizando máscaras ou usando de forma incorreta”, afirma ele. Pela manhã, a Prefeitura aplicou cinco multas por falta de máscara. Depois das 10 horas, viaturas da Guarda Municipal começaram a percorrer a faixa de areia para orientar as poucas pessoas que ficaram a deixar a praia. 

O secretário explica que o distanciamento destacado na lei é “mais uma recomendação do que qualquer outra coisa, nós não estamos proibindo a pratica esportiva individual e não temos como medir. Mas com a abertura do comércio e das praias, com mais gente circulando, estamos redobrando a fiscalização do uso da máscara”, afirma.

Algumas pessoas foram flagradas sem utilizar as máscaras e sem respeitar o distanciamento (Foto: Alexsander Ferraz/AT)

O que pode ser feito nas praias nesta fase: 

  • Prática de corrida: permitida das 6h às 10h e das 16h às 20h, exclusivamente na faixa arenosa, observando-se o distanciamento mínimo de 10m (dez metros) entre os praticantes.
  • Prática de caminhada: permitida das 6h às 10h e das 16h às 20h, na faixa arenosa e nas calçadas na orla da praia, observando-se o distanciamento mínimo de 5m (cinco metros) entre os praticantes.
  • Prática de surfe: permitida das 6h às10h e das 16h às 20h.
  • Prática de canoagem individual: permitida apenas com equipamentos individuais, das 6h às 10h e das 16h às 20h, mediante agendamento nas guardarias.
  • Prática de “stand up paddle”: permitida das 6h às 10h e das 16h às 18h, mediante agendamento nas guardarias.
  • Prática de natação: permitida exclusivamente para fins de treinamento, das 6h às 10h e das 16h às 18h, apenas no trecho compreendido entre o Canal 5 e o Aquário Municipal.

Atividades proibidas 

  • Atividades físicas ou esportivas coletivas.
  • Instalação ou utilização de cadeiras, guarda-sóis, esteiras, barracas e afins.
  • Prática de comércio ambulante.
  • Consumo de alimentos e bebidas alcoólicas.
  • Passeio com animais domésticos ou de estimação.
  • Qualquer fim turístico.
  • Utilização de bancos, cadeiras, mesas, parques infantis, brinquedos, aparelhos de ginástica e academias ar-livre da orla e da faixa arenosa.
Tudo sobre: