EDIÇÃO DIGITAL

Sexta-feira

10 de Julho de 2020

Prefeito de Santos se revolta com munícipes que ignoraram decreto e foram às praias: 'Decepcionante'

Em tom crítico, Paulo Alexandre lamentou postura de pessoas que lotaram o calçadão da orla durante o domingo (31)

Enquanto espera a chegada de dezenas de respiradores enviados pelo Governo do Estado para Santos, ainda nesta semana, o prefeito Paulo Alexandre Barbosa (PSDB) criticou duramente, durante uma live, os munícipes que ignoraram o isolamento social e aproveitaram o domingo (31) de sol para caminhar e praticar exercícios em toda a extensão da orla da praia.

Depois de passar a semana em conversas com o governo estadual para conseguir a reclassificação da Baixada Santista na zona laranja do Plano São Paulo, que avalia as condições para o relaxamento da quarentena, o chefe do executivo, e presidente do Conselho de Desenvolvimento da Baixada Santista (Condesb), se disse decepcionado com a atitude dos santistas. 

“Estou decepcionado, com as imagens que recebi hoje da praia, com várias pessoas nas ruas circulando como se o mundo tivesse normal. Quem foi lá desfrutar desse dia de sol na praia para caminhar, dar voltinha com os cachorros e se aglomerou, contribuiu para dificultar a retomada das atividades. Em breve vamos ter o reflexo, que é o aumento do número de casos”, disse. 

O prefeito foi ainda mais crítico com quem não usou máscaras. “Essas pessoas que foram passear sem máscaras mostram que nós vamos ter que endurecer a multa em relação ao uso delas. Quem não pode comprar, a prefeitura ajuda. Agora quem pode comprar e não usa é vergonhoso. Temos orientado há 70 dias sobre o uso, mas as pessoas precisam ter consciência”.

137 Respiradores

Ainda durante a live, Paulo Alexandre explicou que,  nesta semana, 95 respiradores serão enviados pela Estado para serem distribuídos entre hospitais da Baixada Santista. 

“Nós pedimos 137 respiradores para a Baixada para aumentar o número de leitos de UTI. O Estado respondeu que 95 aparelhos chegariam até hoje (ontem) e o restante nos seriam entregues no meio da semana para completar os 137. Falei com o secretário (estadual de Saúde, José Henrique) Guermam hoje (ontem), e ele me mostrou que os respirados já chegaram em São Paulo e estão sendo configurados, porque  acabam não tendo leitura nos equipamentos médicos aqui no Brasil”, disse o prefeito. 

“O compromisso do Estado é de enviar os equipamentos ainda nesta semana para Região. Esses 95 serão distribuidos pelos nove municípios da Baixada Santista. Aqui em Santos teremos 23 para a rede publica e sete para o Guilherme Alvaro que atende toda a Baixada Santista. Já fizemos uma reunião com os secretários de saúde de das cidades para decidir como eles farão a distribuição”, finalizou o prefeito.

Tudo sobre: