Pacientes reclamam de lixeiras cheias e sangue pelo chão em hospital de Santos: 'Contaminação'

Por falta de pagamento, funcionários da limpeza não compareceram ao trabalho no início desta semana

Por: Por ATribuna.com.br  -  20/01/21  -  12:56
Acompanhantes relatam que quartos precisam de limpeza e as lixeiras estão cheias
Acompanhantes relatam que quartos precisam de limpeza e as lixeiras estão cheias   Foto: Arquivo Pessoal

Por falta de pagamento, funcionários da limpeza do Hospital Guilherme Álvaro, em Santos, faltaram no trabalho nesta segunda-feira (18). Segundo os acompanhantes de pacientes do hospital, a situação prejudicou muito a limpeza do local, que ficou com as lixeiras cheias, marcas de sangue pelo chão entre outras situações.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Cíntia conta que a mãe está internada no hospital e que foi informada que o problema não está no repasse do governo, e sim no pagamento da empresa terceirizada que contrata esses funcionários, que já estavam trabalhando sem receber há uma semana.


Acompanhantes contam que as lixeiras estão cheias
Acompanhantes contam que as lixeiras estão cheias   Foto: Arquivo Pessoal

A acompanhante também relata que a falta de insumos era outra questão que incomodava funcionários e acompanhantes. Ela chegou até a levar panos de chão para o quarto da mãe para ajudar a limpar. Porém, os funcionários não apareceram por conta da falta de pagamento.


Resposta


Em nota, a direção do hospital informou que não procedem as informações sobre a falta de insumos para limpeza hospitalar no Hospital Guilherme Álvaro. Segundo eles, o estoque de produtos está abastecido e a limpeza ocorreu normalmente. O pagamento aos profissionais é responsabilidade da empresa Sector Serviços de Conservação Ltda, e os pagamentos do HGA à terceirizada estão em dia.


Tudo sobre:
Logo A Tribuna