Obras do projeto Nova Ponta da Praia são adiadas para março

Serviços incluem remodelações viárias, mudanças na iluminação e sistema de drenagem

As obras da remodelação viária do projeto Nova Ponta da Praia que iniciariam na próxima segunda-feira (25), foram adiadas para o dia 11 de março. Entres os serviços previstos estão mudanças como alagamento do calçadão para pedestres, renovações das ciclovias e mobiliário urbano, instalação de bancos iluminados, bicicletários, fonte interativa entre outras melhorias.

A alteração da data prevista ocorreu devido uma reinvindicação de moradores, comerciantes, e representantes de clubes que atuam na Ponta da Praia. A decisão foi tomada para que a movimentação de turistas - que deverá ser intensa neste período na Baixada Santista - e o acesso ao sistema de travessia de balsas ao Guarujá , não sejam afetados, evitando, dessa forma, possíveis desconfortos a pedestres, ciclistas e motoristas que circulam nas vias do bairro.

A mudança não altera o cronograma do início das construções das edificações, como o novo Mercado de Peixes e o Centro de Convenções, que somente terão início após cumprimento de etapas, já estabelecidas desde o início do projeto, como solicitação para obtenção do EIV (Estudo Prévio de Impacto de Vizinhança) pela Comaiv (Comissão Municipal de Análise de Impacto de Vizinhança).

Mudanças 

Entre as mudanças estão a construção de novas rampas de acesso ao mar, as já existentes passarão por reformas. facilitando a prática de esportes náuticos. Outras mudanças são a criação do mirante, melhoria na iluminação pública e sistema de drenagem.

As obras irão começar no cruzamento da Rua Afonso Celso de Paula Lima com a Avenida Saldanha da Gama. Os trabalhos serão realizados no deslocamento do canteiro central para que fique mais próximo dos prédios.

Não serão realizadas interdições no começo dos serviços. Entretanto, com o decorrer dos serviços trechos da avenida ficarão em meia-pista para operação das máquinas. Motoristas serão orientados pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET- Santos) e realizará interdições.

Palmeiras e ciclovia

O canteiro da ciclovia possui cerca de 100 palmeiras. As árvores de porte pequeno serão realocadas para o novo, enquanto as outras serão transferidas para as praças próximas ao Aquário. A obra seguirá com a transferência da ciclovia para o lado do calçadão. Após a mudança temporária, a nova via será realocada no novo passeio na linha d’água que também contará com áreas de convívio e de práticas de esportes. A Avenida Saldanha da Gama será pavimentada até o ferry boat, incluindo o trecho entre o canal 6 e a Rua Carlos de Campos.

Drenagem

Todo o trecho receberá substituição das tubulações de drenagem da região, podendo escoar a água da chuva. Os passeios ao lado dos prédios serão refeitos. O projeto também inclui alterações na área de embarque e desembarque das balsas.

A Praça Almirante Gago Coutinho passará por ampliação e a fila de veículos da balsa será reorganizada. A limpeza do terreno ao lado do Terminal Pesqueiro de Santos (TPPS) foi iniciada, onde serão armazenadas as tubulações de drenagem.

Intervenções viárias

As melhorias no sistema viário são relativas à compensação que o Grupo Mendes deve à Prefeitura, conforme a Lei de Uso e Ocupação do Solo, pela construção de empreendimentos imobiliários em terrenos atrás dos clubes Saldanha, Vasco da Gama e Regatas (o chamado Núcleo de Intervenções e Diretrizes Estratégicas - Nide Clubes).

A compensação inclui mudanças viárias, melhorias urbanísticas e novos equipamentos públicos como a construção de uma policlínica no Jabaquara.

Novas Edificações

A Nova Ponta da Praia receberá um novo centro de convenções e mercado de peixes. De acordo com a prefeitura, os dois empreendimentos ainda são objetos de Estudo de Impacto de Vizinhança (EIV), sendo discutido por moradores do bairro, comerciantes e esportistas, tendo as dúvidas e sugestões coletadas.

Tudo sobre: