Mega Baile Funk em Santos reúne milhares, causa revolta e vira um dos temas mais falados da internet

A festa clandestina que virou a madrugada de sábado para domingo foi marcada pelas redes sociais, tendo mais de cinco mil confirmações.

Uma festa clandestina gigantesca gerou aglomeração e tumulto da noite do último sábado (17) até a manhã deste domingo (18), na quadra de esporte da Vila Telma, em Santos. O 'batidão' foi organizado pelas redes sociais, no qual mais de 5 mil pessoas haviam confirmado presença antes do evento. 

Clique aqui e assine A Tribuna por apenas R$ 1,90. Ganhe, na hora, acesso completo ao nosso Portal, dois meses de Globoplay grátis e, também, dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

Nas imagens obtidas por ATribuna.com.br é possível identificar milhares de pessoas sem máscaras e aglomeradas, mesmo em meio à pandemia de Covid-19. O evento foi transmito pelas redes sociais, o que gerou revolta dos internautas e chegou a ser um dos assuntos mais falados no Twitter, fazendo parte dos 'trending topics' do Brasil.

Conforme apurado pela Reportagem, o festejo se estendeu por toda a madrugada e só acabou na manhã de domingo. Nas imagens que circulam redes sociais, jovens e adolescentes consumiam álcool e drogas sem se preocupar com a possível transmissão do novo coronavírus.

Em nota, a prefeitura de Santos esclarece que este tipo de ocorrência requer a realização de uma força-tarefa policial, portanto, "coordenada pelas autoridades policiais, que contam com o apoio da Guarda Civil Municipal (GCM) quando acionada". A administração informa, ainda, que "a GCM não foi acionada e nem recebeu denúncias da população sobre o evento".

O poder público orienta para a população, sempre que constatar irregularidades, denunciar via Ouvidoria (162 e ww.santos.sp.gov.br/ouvidoria) e pelo telefone 153, da GCM, que fica disponível 24h/ dia e é interligado ao Centro de Controle Operacional (CCO) de Santos.

O evento ocorreu na data em que Brasil registrou 10.982 novos casos de Covid-19, em 24 horas, conforme dados do inistério da Saúde. Desde o início da pandemia, são 5.235.344 pessoas com infecção confirmada.  

Foram registradas 230 novas mortes desde ontem, totalizando 153.905 óbitos. O número de pessoas recuperadas da doença no Brasil chegou a 4.650.030, enquanto há 431.409 em acompanhamento. Outros 2.362 casos estão em investigação.

Baile funk gera intensa aglomeração na Vila Telma, em Santos (Foto: ATribuna.com.br)
Tudo sobre: