Música marca Dia Internacional da Enfermagem na Santa Casa de Santos; vídeo

O projeto musical Santa Voz de Casa alivia o drama vivido por profissionais de saúde com a pandemia do novo coronavírus

O projeto musical Santa Voz de Casa, grupo formado por músicos voluntários, aproveitou o Dia Internacional da Enfermagem para homenagear profissionais da Santa Casa de Santos com muita música. Na unidade, há 1.580 enfermeiros, 348 trabalham atendendo pacientes com Covid-19.

Durante meia hora, nesta manhã de terça-feira (12), eles puderam esquecer do drama vivido com a pandemia do novo coronavírus e se emocionar com um repertório escolhido especialmente para  acalentar os corações.

Selma Mendes, 44 anos,  é enfermeira há 15. Ela é uma das profissionais que atuam diretamente com quem contraiu a doença e diz que a rotina não é fácil.

“Por mais que a gente tivesse diversos tipos de pacientes e atendesse os mais diversos tipos de doença, essa está sendo diferente, porque é uma pandemia. Você tem o distanciamento social e isso é muito ruim, porque tem paciente que fica com o psicológico abalado também. E nós nos transformamos na família dele aqui dentro, porque ele não pode ter contato com seus parentes. É difícil”.

Grande estilo

Por meia hora, música aliviou a carga de trabalho àqueles na linha de frente contra a Covid-19 (Foto: Alexsander Ferraz/AT)

Para ela e os demais profissionais, a homenagem foi encerrada com uma lembrancinha e uma canção especial: Amanhã, do cantor Guilherme Arantes, que, em um trecho traz: ‘Amanhã,. será um lindo dia’.

“Trabalhamos com música e fazemos um trabalho para pacientes. Agora, com a pandemia, decidimos fazer homenagem aos enfermeiros. E essa música (Amanhã) representa  tudo o que a gente quer agora”, diz o coordenador do grupo, Joel Maciel Júnior, 54 anos.

Tudo sobre: