José Augusto deixa a gestão do consulado português

Essa foi a segunda passagem dele, que ocupou o cargo por 10 anos

Por: Matheus Müller & Da Redação &  -  05/01/19  -  13:45
Augusto retornou ao Escritório Consular de Portugal em 2009, a convite de Armênio Mendes
Augusto retornou ao Escritório Consular de Portugal em 2009, a convite de Armênio Mendes   Foto: Vanessa Rodrigues/AT

José Augusto do Rosário, 59 anos, deixou o cargo de gestor do Escritório Consular de Portugal em Santos. Ele ocupou o cargo por 10 anos. Essa foi a segunda passagem dele na casa em que diz ter amado trabalhar. “Através do meu trabalho consegui conquistar a confiança da comunidade. Sinto que pertenço e faço parte dela”.


Sobre quem assumirá o Escritório Consular, informou que um gestor de Lisboa poderá ser escolhido pelo Governo. Será um profissional concursado. No momento, as atividades da unidade santista são geridas pelo Consulado de São Paulo. “Quando o seo Armênio Mendes (ex-consul honorário) faleceu (2017) a família optou por não assumir o consulado, por motivos pessoais, e o governo resolveu reassumir o controle”.


Trabalho


Augusto retornou ao Escritório Consular de Portugal em 2009, a convite de Armênio Mendes. Até agosto de 2018 a entidade era tratada como Consulado Honorário. “(Antes de assumir em 2009) o governo português tinha decretado o encerramento do consulado de Portugal em Santos. Não haveria mais representação. A comunidade se uniu, fez campanha e perceberam que a comunidade era muito forte na Cidade. Resolveram abrir o consulado honorário”.


Com uma melhor administração da verba encaminhada pelo Governo de Portugal, ele destaca ter desenvolvido um serviço de excelência e tecnológico.


“Era tudo muito manual e precisava modernizar. Fizemos toda uma reengenharia de processo e procedimentos, reformamos o parque tecnológico, demos treinamento”.


Orgulho


Junto das ações em prol do desenvolvimento da entidade, o gestor também encabeçou mobilizações para comemorar a história e raízes do país europeu, Exemplo maior talvez seja a festa Dia de Portugal, o principal festejo lusitano na região.


Logo A Tribuna