Índice de homicídios em Santos é igual ao de Oslo, na Noruega

Pesquisa apresenta índices de pessoas assassinadas anualmente para cada 100 mil habitantes

Por: Marcela Ferreira & De A Tribuna On-line &  -  27/01/19  -  10:21
  Foto: Divulgação/Prefeitura de Santos

Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Estado de São Paulo, o índice de homicídios no estado é o menor do Brasil. A taxa de assassinatos abaixo da média nacional destaca Santos como detentora do percentual idêntico ao da cidade de Oslo, capital da Noruega, com 2,26 pessoas assassinadas anualmente para cada 100 mil habitantes. No estado, o índice é de 10,9 e, no Brasil, de 30,3.


Os dados do ano de 2018 da SSP descrevem diferentes tipos de ocorrências referentes a homicídios na cidade. Ao todo, foram 16 vítimas de homicídio doloso (quando há intenção de matar), 26 vítimas de homicídio culposo por acidente de trânsito (quando não há intenção de matar) e 47 tentativas de homicídio.


Já os homicídios dolosos por acidente de trânsito não tiveram nenhuma ocorrência registrada em Santos, e outros tipos de homicídio culposo, uma ocorrência no ano.


Secretaria de Segurança de Santos


O secretário de Segurança de Santos, Sérgio Del Bel, destaca que parcerias entre a prefeitura e órgãos estaduais foram decisivas para a diminuição da taxa de homicídios na cidade. “Há um entrosamento da Guarda Municipal com a Polícia Militar e a Polícia Civil. Existe uma troca constante de informações, além de frequentes operações de força-tarefa”, relata.


Del Bel também afirma que a instalação de câmeras nas ruas também trouxe benefícios para a segurança da cidade. O monitoramento conta com 1,2 mil câmeras espalhadas pelas ruas, e o Centro de Controle Operacional será entregue em breve, segundo a Prefeitura de Santos.


Cidades da região entre as mais violentas do estado


Mongaguá, Itanhaém e Peruíbe estão entre as cidades mais violentas do estado, segundo um estudo realizado pelo Instituto Sou da Paz publicado em 2018. No entanto, o levantamento leva em consideração diversos tipos de crimes, além de homicídios.


O instituto criou o Índice de Exposição a Crimes Violentos (IECV), no qual cruzaram números absolutos dos índices criminais da SSP com o número da população em municípios com mais de 50 mil habitantes.


Para os números-índice, foram criados valores de 0 a 100 para cada tipo de crime, levando-se em consideração um cálculo envolvendo a taxa populacional. Assim, foi possível identificar quais as cidades mais violentas do estado, chegando a um ranking que inclui três cidades da Baixada Santista. Considerando os homicídios que ocorreram nas cidades citadas no estudo do Instituto Sou da Paz, as ocorrências registradas em 2018 ultrapassam os números de Santos.


Os três municípios da região estão entre os dez mais violentos, segundo o levantamento. Itanhaém é a segunda colocada na lista, enquanto que Peruíbe está em quinto e Mongaguá em décimo lugar na lista.


Logo A Tribuna