EDIÇÃO DIGITAL

Domingo

9 de Agosto de 2020

Dia ensolarado lota praias e calçadão da orla de Santos neste domingo

ATribuna.com.br flagrou irregularidades, como um grupo de pessoas tomando banho de sol na faixa de areia, e sem máscaras. Ambas práticas são proibidas seguindo o decreto municipal

O primeiro domingo do mês de agosto foi ensolarado em toda a Baixada Santista, com temperaturas marcando perto dos 30°C. Em Santos, diversos banhistas e munícipes aproveitaram o bom tempo para ficar na orla da cidade e também aproveitando o dia de sol na faixa de areia, desrepeitando o decreto municipal sobre utilização das praias na pandemia do coronavírus.

ATribuna.com.br fez diversos registros de pessoas no calçadão, em regiões próximas à orla e, também, na faixa de areia. Enquanto muitos realizavam atividades físicas individuais na areia, utilizando máscara, a Reportagem flagrou alguns grupos na faixa de areia curtindo o dia de sol. Muitos deles estavam sem máscara, o que não é permitido.

O movimento foi mais intenso na parte do calçadão, onde a aglomeração de pessoas foi maior durante todo o período da manhã e nas primeiras horas da tarde deste domingo (2). Nas regiões próximas aos quiosques em toda extensão da orla, era possível ver pessoas com e sem máscaras.

Desde 22 de junho foi liberada a prática de atividades físicas e esportivas individuais na faixa de areia e calçadão da orla de Santos. Em 6 de julho, a prefeitura eliminou a restrição de horários para as atividades.

Pessoas foram flagradas com e sem máscaras neste domingo (2) (Foto: Matheus Tagé/AT)

A praia está proibida para esportes com duas ou mais pessoas, barracas, ambulantes e demais atividades. Estão permitidas apenas as práticas de caminhada, corrida e esportes individuais, sem restrição de horário.

Também é proibida a permanência de banhistas na areia para tomar sol, com disposição de cadeiras ou toalhas. O uso de máscaras faciais é obrigatório por meio de decreto municipal. O banhista que for ao mar deverá recolocar assim que voltar à faixa de areia, sob risco de multa.

Desde 1º de maio é obrigatório o uso de máscaras em vias públicas da cidade. A multa para quem não usar máscara é de R$ 100. Todo o valor arrecadado com as multas é revertido na aquisição de máscaras, que serão distribuídas para a população em vulnerabilidade social.

A fiscalização e orientação sobre o uso de máscaras, além do respeito as regras do distanciamento social, fica a cargo da Guarda Civil Municipal (GCM).

Calçadão da orla esteve lotado durante o início da tarde deste domingo (2) (Foto: Matheus Tagé/AT)
Tudo sobre: