CET realiza campanha sobre uso correto de rotatórias em Santos

Equipe de Educação para o Trânsito da CET realiza trabalho de conscientização para motoristas

Por:  -  14/02/19  -  20:33
  Foto: Marcelo Martins/Prefeitura de Santos

A equipe do Programa de Educação para o Trânsito da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) de Santos iniciou, na última quarta-feira (13), uma campanha inédita que visa esclarecer os motoristas sobre o uso correto das rotatórias.


A ação irá durar um mês, percorrendo os locais com esse tipo de sinalização de trânsito. Segundo a CET, as rotatórias têm contribuído para a redução de acidentes em 65%. A atividade acontece duas vezes ao dia, das 9h às 11h e das 13h30 às 15h30.


Nos próximos dias, a programação acontecerá nos seguintes locais:


- Quinta-feira (14), das 9h às 11h: Rua Frei Vital x Rua da Liberdade; das 13h30 às 15h30: Rua Frei Francisco Sampaio x Rua Castro Alves


- Sexta-feira (15), das 9h às 11h: Rua Duque de Caxias x Rua Visconde de Farias; das 13h30 às 15h30: Rua Monsenhor de Paula Rodrigues x Rua Paraná


Sem preferencial


Além de falarem diretamente aos motoristas sobre os procedimentos corretos, os especialistas em Educação para o Trânsito e operadores de tráfego do programa entregarão cartilha explicativa com ilustrações.


A lição 'nº 1' a ser entendida é que, onde há minirrotatória, não há via preferencial. Outro ponto fundamental é que o condutor precisa observar as placas de “Dê a preferência”, que indicam a prioridade de passagem do veículo que já estiver transitando na rotatória.


Ainda como parte da ação, os pedestres serão orientados para que não atravessem pela rotatória. 


Ordenar fluxo


Sinalização prevista no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), a rotatória é indicada para vias com baixa intensidade de tráfego e considerável índice de acidentes, onde não se justifica a implantação de semáforo.


Em Santos, atualmente, há 46 cruzamentos com minirrotarória. Em 2018, bairros como Marapé, Embaré e Ponta da Praia ganharam novos desses dispositivos para melhor ordenamento do fluxo de veículos e maior segurança viária.


Logo A Tribuna