Centro Paula Souza assina contrato para novo prédio da Etec Escolástica Rosa

Aulas poderão ser retomadas na próxima semana, em dia a ser fixado

Por: Da Redação  -  22/02/19  -  21:11
  Foto: Rogério Soares/AT

O Centro Paula Souza (CPS) assinou, nesta quinta-feira (21), o contrato de locação do imóvel que abrigará os cursos da Escola Técnica Estadual (Etec) Escolástica Rosa. No início da noite, a assessoria de imprensa da instituição informou que o dono do prédio deverá subscrever o documento nesta sexta-feira (22). Caso isso ocorra, as aulas poderão ser retomadas na próxima semana, em dia a ser fixado.


O CPS não confirma, mas A Tribuna apurou que o novo endereço da Etec será a Avenida Senador Feijó, 340, na Vila Mathias, onde funcionava uma empresa de telemarketing.


A indefinição vem preocupando estudantes e pais. Até o fim do ano passado, a escola funcionava no casarão da Avenida Bartolomeu de Gusmão, 111, na Aparecida, pertencente à Santa Casa de Santos e que teve de ser desocupado.


Parte dos cerca de 1.100 estudantes está provisoriamente na Etec Aristóteles Ferreira e na Fatec Rubens Lara, vizinhas ao Escolástica. A Reportagem perguntou quantos ainda precisam de espaço para estudar, mas a assessoria do CPS limitou-se a dizer que “os detalhes de cada turma e sala serão divulgados em breve”.


No dia 18, estudantes dizem ter sido informados de que seriam transferidos para o prédio da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), mas isso não se concretizou.


Estudantes como Fabrício Santos Reis, de 15 anos, do Ensino Médio com Nutrição, estão descrentes. “Será que até amanhã [sexta-feira] vão conseguir fazer tudo o que não fizeram até agora?”


Tayná Santos Figueira, de 16, estudante de Administração, fica triste. “É decepcionante para a gente passar por tudo isso. A gente quer estudar, não se divertir”, diz.


Pais de alunos também se preocupam, como o empresário Roberto Teixeira, de 36 anos. Segundo ele, estudantes temem dificuldades, como recuperar conteúdo quando as aulas começarem.


Logo A Tribuna