Centro de Atividades Turísticas de Santos deve ser entregue em 23 de outubro

Equipamento está com 90% das obras concluídas. Segundo diretor do Grupo Mendes, obra vai corrigir problemas do antigo espaço na Avenida Francisco Glicério

O Centro de Atividades Turísticas (CAT), na Ponta da Praia, em Santos, deve ser entregue no dia 23 de outubro. As obras estão 90% concluídas, segundo o diretor do Grupo Mendes, responsável pela obra, Alex Mendes. 

O equipamento faz parte do projeto Nova Ponta da Praia, que incluiu também obras na orla do bairro e o novo Mercado de Peixes – este, entregue no mês passado.

Segundo Mendes, a obra vai corrigir problemas do antigo espaço na Avenida Francisco Glicério. “Corrigimos estruturas de camarim, cozinha, depósito e ar condicionado, que tinham problemas no outro espaço”, diz.

O principal

Os dois espaços principais são o pavilhão de feiras e exposição, com 9 mil metros quadrados e o salão de convenções e shows, com 4,5 mil metros quadrados, tamanho idêntico ao do Mendes Convention Center. No entanto, o formato é mais “quadrado”, segundo Alex Mendes, e a capacidade é para 3.200 pessoas.

O executivo explica que não houve nenhum projeto específico de sustentabilidade no CAT, mas afirma que a obra foi pensada para economizar. “Não há um projeto específico de reaproveitamento de água, por exemplo, mas houve de consumo, tanto da própria água quanto de energia”, explica.

O projeto terá, ainda, estacionamento coberto com 400 vagas, heliponto na cobertura e espelho d’água. Ao todo, são 32 mil metros quadrados de área construída, ao custo de pouco mais de R$ 65 milhões. Mais de 380 pessoas trabalham atualmente nas obras.

Gestão

A empresa GL Group, com sede na França, foi a única habilitada para gerir o novo Centro de Atividades Turísticas, segundo publicação do Diário Oficial de Santos de 16 de setembro. 

As demais concorrentes, não habilitadas, teriam cinco dias úteis para recorrer da decisão, antes do prosseguimento da licitação. 

Tudo sobre: