Candidato a vereador em Santos humilha agente de trânsito após levar multa: 'Esse otário'; VÍDEO

Episódio ocorreu na tarde de domingo (25), na Ponta da Praia, com o candidato Luiz Wanderley Martins Jr

Um agente da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) de Santos foi xingado e humilhado por um candidato a vereador de Santos, na tarde de domingo (25). O candidato, Luiz Martins Jr. (DC), gravou um vídeo enquanto ofendia o profissional depois de ter levado uma multa por estar manuseando o celular enquanto conduzia seu veículo, na Ponta da Praia.

Clique aqui e assine A Tribuna por apenas R$ 1,90. Ganhe, na hora, acesso completo ao nosso Portal, dois meses de Globoplay grátis e, também, dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

O agente de 29 anos, que prefere não se identificar, conversou com ATribuna.com.br e disse que estava em serviço nas proximidades do novo Mercado de Peixes. Durante o período em que fazia orientação e fiscalização do trânsito, ele multou um motorista que manuseava o celular enquanto dirigia seu veículo de cor branca.

"Ele reparou que estava preenchendo o auto de infração, fez um retorno, estacionou o carro e veio na minha direção. Ele alegou que mexia no celular para trocar a música do som do carro. Ele pediu desculpas, disse de todas as formas para não fazer a autuação, falou para dar um 'jeitinho'. Ele não aceitou a resposta e começou a me ofender. Disse que eu merecia apanhar igual aos meus colegas, que eu não sabia quem ele era e que iria 'acabar comigo'", relatou.

Após as ofensas iniciais, o motorista resolveu gravar um vídeo - no qual ele volta a humilhar o agente -  alegando que iria publicar em suas redes sociais. Com o aparelho em mãos e apontando diversas vezes na direção do agente, ele o xinga, humilha e desfere diversos palavrões ao se referir ao profissional.

"Mais um b.... da CET aqui. Só tá dando multa para as pessoas. Fica aqui de papel e caneta só, não sabe trabalhar. Esse otário, um p.. no c... Ao invés dele trabalhar, não faz p.... nenhuma, fica aqui o dia inteiro fazendo p.... nenhuma", diz o agressor (confira o áudio completo acima).

Após os xingamentos, a pessoa deixou ao local e retornou para sua casa que, segundo o agente, ficava bem próximo do local de onde o vídeo foi feito.

"Ele desligou o celular e disse que iria deixar o carro em casa e ia voltar para me bater. Nesse momento em que vi onde ele morava, muito próxmimo dali, acionei a central, pois eu estava sozinho, achei que ele fosse voltar. Fiquei com medo", conta.

Agente estava em serviço na Ponta da Praia, próximo ao novo Mercado de Peixes quando foi abordado e agredido verbalmente por um motorista que levou uma multa (Foto: Reprodução)

Depois de deixar o local, o agente explicou o episódio para os seus superiores. Ele, com apoio do departamento jurídico da empresa, foi até o 7º Distrito Policial de Santos e registrou um boletim de ocorrência.

No caminho da delegacia, o agente teve um choque ainda maior. Seu telefone vibrou, quando recebeu de amigos no WhatsApp o referido vídeo em que ele aparece sendo humilhado pelo motorista.

"Fiquei assustado demais. Tinha acabado de acontecer e eu sequer imaginava que fosse chegar em algum lugar. As pessoas, no geral, sempre fazem isso, mas nunca tinha visto de filmar e sair publicando nos lugares. Para se ter uma ideia, os xingamentos aconteceram 14h14. Eu recebi o vídeo dele quando estava indo para a delegacia, por volta de 16h. Isso preocupou a mim e toda minha família".

Após o vídeo tomar maiores proporções e viralizar nas redes sociais entre domingo e segunda-feira (25), o agente diz ter medo de voltar a fazer o seu trabalho.

"Eu estou com medo de voltar para a rua para trabalhar. Tenho medo de voltar para qualquer trecho ali da Ponta da Praia, pois eu sei que essa pessoa mora ali perto e posso ser reconhecido muito facilmente agora, por causa do vídeo. Ele focou o celular na minha cara, afetou meu emocional de uma forma absurda. A pessoa tem o direto de filmar o que ela quiser, mas não de agredir.

O agente é funcionário público da CET há cerca de oito anos. Segundo ele, episódios de agressões contra profissionais do trânsito são muito comuns. Conforme seu relato, ele já vítima de agressões por parte de munícipes e o fato de ter ido para a delegacia por conta de um desentendimento não é uma novidade na sua vida profissional.

Quem é o autor do vídeo?

Agente de trânsito reconheceu autor do vídeo como sendo do candidato a vereador de Santos Luiz Martins Jr. (Foto: Reprodução)

Ao registrar o boletim de ocorrência, o agente de trânsito informou para a Polícia Civil a placa do veículo multado. A partir do sistema, o proprietário do veículo foi identificado como sendo de Luiz Wanderley Martins Junior, administrador, e candidato a vereador de Santos pelo Democracia Cristã (DC). O próprio agente reconheceu o candidato para as autoridades como sendo o autor das agressões verbais.

ATribuna.com.br entrou em contato com o número de telefone do candidato Luiz Martins Jr. Um homem, não identificado, atendeu a ligação limitando-se a dizer que o referido contato não pertencia mais ao candidato.

Entretanto a reportagem do G1 Santos conversou, horas antes, com o candidato através do mesmo número de telefone. Na conversa, ele confirmou que é o autor do vídeo citado e limitou-se a não comentar mais sobre o assunto.

Prefeitura de Santos

Em nota, a Prefeitura de Santos afirmou que o agente estava cumprindo seu trabalho no qual foi designado, ordenando o trânsito na altura do Mercado de Peixes, além ações de fiscalização.

Após ser agredido verbalmente pelo condutor, além da ameaça de que iria agredi-lo após deixar seu carro em casa, ele comunicou a situação ao seu superior e foi instruído a deixar o local.

Acompanhado da advogada da empresa, ele compareceu ao 7º DP, onde o boletim de ocorrência foi registrado por desacato a autoridade. O setor jurídico da CET entregará para policiais do 3º DP, responsável pela área da agressão, a cópia do vídeo onde o motorista humilha o agente.

A CET-Santos lamenta o ocorrido e destaca a postura correta do operador, que apesar da situação, manteve a calma e seguiu realizando seu trabalho até o momento em que a sua integridade física foi ameaçada. Por sua vez, à parte das providências adotadas pela empresa, caberá ao agente decidir sobre processar ou não o condutor na esfera civil por danos morais.

Democrata Cristão

Ainda na conversa com a equipe do G1, Luiz Martins afirmou que não irá concorrer às eleições, devido a conflitos internos com o partido. O presidente da sigla, em Santos, Paulo Vieira, confirmou que Luiz Martins Jr não é mais candidato a vereador. 

Ele lamentou o ocorrido e disse que o ex-candidato irá passar por um processo disciplinar e, provavelmente, será expulso da agremiação.

Tudo sobre: