Camps realiza dia de celebração ao mais antigo integrante da instituição

Orientador social Severino Jorge da Silva completou 50 anos de ligação com a organização

Uma cerimônia realizada pelo Centro de Aprendizagem e Mobilização Profissional e Social (Camps) nesta quarta-feira (25) homenageou seu mais antigo integrante. Severino Jorge da Silva completou 50 anos na instituição, tendo ingressado como patrulheiro e, depois de empregado, continuado a contribuir com a entidade até se tornar funcionário.

Hoje, ele é policial militar reformado e orientador social no Camps. No evento, que também serviu para inaugurar novas salas na sede modernizada da organização, aprendizes e patrulheiros das antigas puderam prestar homenagens a Severino. Um dos ambientes leva seu nome. 

A trajetória dele começou quando tinha 14 anos e procurava um emprego. “Em 15 dias de curso do Camps, eu estava empregado e fui trabalhar numa papelaria com disque-entrega”, lembra. Depois de mais de uma década na primeira empresa, ele ingressou na Polícia Militar em 1979, onde permaneceu até se aposentar como sargento, em 2005. 

Durante todo esse tempo, Severino foi voluntário ativo no Camps. Ao lado de amigos, contribuía como palestrante e transmitia aos jovens que entravam na instituição valores como disciplina e responsabilidade. 

“Estive sempre com os jovens, sempre procurando orientá-los. Tínhamos dificuldades porque a juventude é complicada e a disciplina que não havia em casa acabava ensinada aqui”. 

Ao deixar a PM, o ex-sargento se tornou funcionário do Camps. O segredo para tanto tempo na organização, segundo Severino, é o sentimento de gratidão que carrega no peito. “Sou muito grato, pois aqui me abraçaram quando eu mais precisava. Nunca mais esqueci disso. Tive muitas alegrias aqui”.

O presidente do Camps, Elias Junior, também dedicou palavras de carinho a Severino. “Quando eu assumi a presidência, esse foi um homem com quem eu procurei aprender”. 

A instituição 

O Camps é uma organização sem fins lucrativos que tem como finalidade a promoção social e a educação. A instituição visa proporcionar a jovens em situação de vulnerabilidade social o acesso ao mundo do trabalho. Atualmente, são atendidos 1,2 mil adolescentes, sendo mil deles contratados por empresas parceiras. A entidade fica na Avenida Washington Luís, 2, na Vila Mathias.

Tudo sobre: