EDIÇÃO DIGITAL

Domingo

15 de Dezembro de 2019

Câmara de Santos oficializa solicitação por imóvel que abrigava Acácio de Paula Leite Sampaio

Ideia é usá-lo para ampliar as instalações da Casa e montar ali a Escola do Legislativo e da Cidadania

A Câmara de Santos oficializou o pedido de cessão do imóvel que abrigava o colégio Acácio de Paula Leite Sampaio, na Vila Nova.

A ideia é usá-lo para ampliar as instalações da Casa e montar ali a Escola do Legislativo e da Cidadania, para capacitação de servidores e oferta de cursos livres à população. A prefeitura, dona do prédio, diz estudar o que fará. 

O possível uso do imóvel pela Câmara foi adiantado por A Tribuna há cerca de dez dias.

O pedido partiu do presidente da Casa, vereador Rui De Rosis (MDB), porque as atuais instalações do antigo Castelinho (sede do Legislativo santista) estão perto do limite de sua capacidade. 

Por ser um imóvel pertencente ao município, não há obrigatoriedade de pagamento pela transferência.

Rui De Rosis explica que assumir o prédio é estratégico para a Câmara, que vinha estudando a construção ou a compra de um prédio para complementar sua estrutura.

A proximidade do prédio da Casa com a escola desativada foi outro fator decisivo: fica a cerca de 100 metros da sede do Legislativo.

A prefeitura recebeu as chaves do imóvel em junho, após cinco anos em poder do Centro Paula Souza (CPS), vinculado ao governo estadual. 

A instituição paulista tinha planos de instalar no antigo prédio do Acácio uma unidade da Escola Técnica Estadual (Etec). Porém, os custos para a reforma fizeram o empreendimento ser engavetado.

Tudo sobre: