Bloqueios na saída de Santos deixam tráfego lento nesta segunda-feira

Situação acontece devido ao vazamento de gás natural, no sábado (5); interdições programadas para terça-feira (8) foram adiadas

Por: De A Tribuna On-line  -  07/01/19  -  10:53
  Foto: Carlos Abelha/G1

Motoristas que passam pela saída de Santos, na manhã desta segunda-feira (7), precisam de paciência. Isso porque, devido aobloqueio da Avenida Bandeirantes e de uma faixa da Avenida Martins Fontes, após um vazamento de gás natural, o tráfego ficou sobrecarregado. Por conta da situação, as interdições para a construção de um viaduto no trecho, programados para terça-feira (8), foram adiadas.


Para que os reparos pudessem ser feitos, segundo informações da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), foi preciso bloquear, também, um faixa da Avenida Martins Fontes, no sentido Santos/São Paulo, além do acesso para a Rodovia Anchieta de quem vem da Zona Noroeste pela Avenida Nossa Senhora de Fátima.


Os bloqueios não têm previsão de serem encerrados, uma vez que, ainda segundo a CET, depende de verificação junto a Comgás, empresa responsável pela tubulação perfurada no acidente, sobre o andamento dos reparos dos danos.


A companhia ainda diz que os motoristas encontram uma melhor alternativa saindo da Cidade ou pela Avenida Engenheiro Augusto Barata, na Alemoa, ou por São Vicente. Agentes seguem no trecho com interdições para orientar os motoristas.


Além disso, segundo Vagner Ramos, gestor Obras Entrada de Santos, o acidente fez com que as interdições programadas para a construção do viaduto que ligará a Avenida Martins Fontes à Avenida Nossa Senhora de Fátima, tiveram que ser adiadas. Ainda não há uma nova data para quando elas ocorrerão.


Vazamento foi contido por volta das 4h30, mas foi necessário aguardar a dispersão total dos resíduos
Vazamento foi contido por volta das 4h30, mas foi necessário aguardar a dispersão total dos resíduos   Foto: Divulgação/PMS

Acidente


De acordo com a Companhia de Gás de São Paulo (Comgás), responsável pela tubulação, um chamado à a empresa foi feito às 23h15 de sábado. O problema foi causado durante obras realizadas por uma empresa de fibra óptica, que ao abrir um buraco no asfalto, perfuraram a tubulação.


Equipes da empresa foram ao local para frear o vazamento do gás. Bombeiros e Defesa Civil também foram mobilizados para acompanhar as intervenções, que duraram até às 7h57 de domingo. Segundo a Prefeitura de Santos, a área segue isolada por segurança para que os reparos sejam finalizados.


Logo A Tribuna