EDIÇÃO DIGITAL

Terça-feira

14 de Julho de 2020

Após 'invasão' do mar, Baixada Santista segue em estado de atenção com ondas de até 2 metros; vídeo

Trabalho de remoção da areia já começou; na quinta-feira (9), as ondas superaram os 2 metros e invadiram as ruas

As ondas não devem ultrapassar os 2 metros neste sábado (11), de acordo com o Núcleo de Pesquisas Hidrodinâmicas da Universidade Santa Cecília (Unisanta); podem chegar a 1,96 metro no interior do Estuário de Santos, às 16 horas, e 1,8 metro na baía, no mesmo horário, de acordo com o NPH. 

Na última quinta-feira (9), a água do mar cobriu toda a faixa de areia e invadiu as duas faixas da avenida da praia, na altura do Canal 3, em Santos. O nível da maré na Ponta da Praia atingiu 2,11 metros às 4h10 e, no interior do Estuário, aos 2,28 metros às 4h30.

Neste feriado, o estado de alerta muda para estado de atenção. As informações são baseadas em previsões de modelos numéricos e podem sofrer alterações ao longo do tempo. 

Além de Santos, outras cidades da região sofreram com o volume das águas na quinta-feira. Em São Vicente, a água cobriu a faixa de areia na orla do bairro Gonzaguinha. 

Em Itanhaém e Mongaguá, vídeos mostram a água invadindo a avenida da praia. O vídeo acima, divulgado nesta sexta (10), mostra a água atingindo com força a entrada de um prédio na orla. Dois homens, que conversavam na frente do edifício, se assustaram com a onda e se agarraram ao portão.

LEIA MAIS:

>> Vídeos mostram mar invadindo avenida em Santos; cidades seguem em estado de atenção

>> Ressaca 'invade' avenidas de Santos e São Vicente e causa interdições

Remoção de areia

Segundo o subprefeito da Orla de Santos, Rodrigo Paixão, os trabalhos de remoção da areia dos canais 1, 2 e 3 até o 5 e 6 devem durar um mês e meio. “A ressaca ocorreu durante uma semana, causando obstrução na via, danos no calçadão por deslocamento do mosaico e assoreamento de alguns canais. Na via foram retiradas cerca de 180 toneladas de areia”, afirmou ele.

O trabalho para a remoção da areia já começou (Foto: Vanessa Rodrigues/AT)

As vias foram liberadas ontem. Cerca de 50 pessoas trabalham na remoção da areia na orla da praia.

Tudo sobre: