CLUBE IMPRESSO ACERVO COVID
Advogado Mário Mello morre por complicações da Covid-19 em Santos
Ex-diretor jurídico do Santos FC tinha 78 anos e faleceu na manhã deste domingo (9)
Por: ATribuna.com.br  -  09/05/21  -  12:37
Atualizado em 09/05/21 - 15:24
Advogado estava internado desde o dia 22 de abril na Santa Casa de Santos   Foto: Reprodução/Redes Sociais

Aos 78 anos, o advogado e ex-diretor jurídico do Santos FC, Mário Mello, morreu em decorrência da covid-19 neste domingo (9), em Santos. Segundo o filho, Mário Mello Soares Filho, ele teve falência múltipla dos órgãos e duas paradas cardíacas.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


O advogado estava internado desde o dia 22 de abril e havia sido intubado há cinco dias na Santa Casa de Santos. De acordo com o próprio filho, ainda não há informações sobre o velório e enterro do ex-diretor jurídico do Santos FC.


Ainda segundo o filho, Mário Mello tinha uma vida saudável, desta forma, não fumava, bebia ou tinha qualquer comorbidade. Além disso, o advogado havia recebido a segunda dose da vacina contra a Covid-19 no dia 5 de abril.


Histórico


Os primeiros sintomas apresentados pelo advogado aconteceram no dia 13 de abril. Segundo o filho, Mário Mello teve tosse seguida de febre e mal-estar. No dia seguinte, ele testou positivo para Covid-19. No dia 22 de abril, portanto, a saturação do advogado caiu e ele foi internado na Santa Casa.


Um dia após a internação, Mário foi transferido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) por conta de algumas intercorrências e variações na saturação. Com dificuldade para respirar, ele foi intubado na quarta-feira (5) com 60% do pulmão comprometido e morreu cinco dias depois.


Velório


O velório do advogado acontece nesta segunda-feira (10), a partir das 10h, no Memorial de Santos. A cremação tem início as 14h.