EDIÇÃO DIGITAL

Sexta-feira

23 de Agosto de 2019

Abril já tem chuvas acima da média em Santos

Mês registra 262,1 milímetros de precipitação na Cidade, índice superior ao mediano dos últimos 25 anos, de 219,5 mm

O verão chegou ao fim, mas as chuvas, típicas da estação, invadiram o outono, fazendo com que o acumulado de chuvas de abril em Santos fique acima da média do mês nos últimos 25 anos.

De acordo com o acompanhamento da Prefeitura, realizado na estação pluviométrica no bairro do Saboó, até a manhã desta terça-feira (23), a Cidade soma um acumulado de 262,1 milímetros. Cada milímetro equivale a um litro de água de chuva sobre uma superfície de área igual a um metro quadrado.

Apesar de estar acima da média pluviométrica da Cidade, que é de 219,5 milímetros, e de ter ultrapassado o índice do ano passado, quando foram contabilizados 210 milímetros, esse não é o índice mais alto de chuvas do período. Em 2017, por exemplo, Santos registrou 356 milímetros. Vale lembrar, o índice atual ainda pode subir, já que o mês não acabou.

Vários fatores

O meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Ernesto Alvim, afirma que as chuvas neste período em Santos ocorrem pela junção de vários fatores.

“Temos a presença de frentes frias, o próprio relevo da região, a faixa estreita entre o oceano e a Serra são fatores que favorecem naturalmente a formação de chuva aí”, comenta o especialista.

Outro motivo para a formação das chuvas tem a ver com a temperatura do mar. “Apesar das frentes frias que ocorrem agora não serem fortes, o vento sopra para a costa e o oceano, que está mais quente, oferece mais umidade, o que provoca mais chuva”, explica a meteorologista do Climatempo, Marina Vieira, que acredita que as chuvas, sem intensidade devem seguir até meados de maio.

No inverno

O tempo mais seco é esperado apenas com o início do inverno. De acordo com o Inmet, a tendência para os próximos dias na região, com a presença de uma massa de ar frio, é de que ocorra um aumento de nebulosidade e chuvas fracas.

A meteorologista do Climatempo afirma que, a partir de quinta-feira (25), haverá condições mais estáveis, com predomínio de sol e sem chuva.