EDIÇÃO DIGITAL

Sexta-feira

17 de Janeiro de 2020

Sabesp investe R$ 250 milhões no litoral paulista durante o ano

Recursos foram aplicados em obras, incluindo medidas para garantir abastecimento durante este verão

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) divulgou o saldo de R$ 250 milhões investidos durante o ano de 2019 em cidades do litoral paulista. Segundo a empresa, as obras foram decisivas para garantir o abastecimento durante esta temporada de verão, quando a região conta com um elevado número de turistas.

As ações visam garantir o abastecimento de moradores e turistas nas festas de fim de ano e até o fim do verão, reforçando sempre a importância da economia de água pela população, evitando desperdícios.

“O Estado de São Paulo deverá receber mais de 1 milhão de visitantes durante o período de 15 de dezembro a 29 de fevereiro, o maior volume de turistas para a região na história recente. Por dois motivos, primeiro, pela melhoria das condições econômicas da população, e segundo, porque as praias da região Nordeste brasileira ainda estão em condições ruins para o turismo, o que deve contribuir para que mais pessoas optem pelo litoral paulista no período”, afirmou o governador João Doria durante anúncio, nesta sexta-feira (13), de ações da Operação Verão.

Na Baixada Santista, cidades receberam a implementação de 51,9 km de novas tubulações de água e esgoto, incluindo obras do programa Onda Limpa, além de inspeções e reparos em geral na rede. Em Guarujá, incluindo Vicente de Carvalho, foi efetuada a limpeza da captação de água bruta do Rio Jurubatuba.

“Fizemos em 2019 um trabalho muito intenso na Baixada Santista e Litoral Norte, para que o problema da falta de água não venha a acontecer. Vamos colocar 600 profissionais da Sabesp à disposição em um regime de prontidão 24 horas por dia, para atender qualquer caso de necessidade. É importante lembrar que a população deve adotar um consumo racional da água em qualquer outro período do ano”, ressaltou o presidente da Sabesp, Benedito Braga.

Em junho de 2019, entrou em operação a ETA Peruíbe, com vazão de 270 litros por segundo e um investimento de R$ 8,4 milhões. Já em São Vicente, foram feitas interligações de rede de água em vários pontos do município, com o objetivo de melhorar a pressão e qualidade da água.

Além das obras inauguradas neste ano, uma equipe de 600 profissionais atende em regime de plantão 24h a população. Os funcionários temporários reforçam o atendimento. Geradores móveis e caminhões-pipa estão distribuídos estrategicamente para atendimento emergencial.

Tudo sobre: