Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Tromba d'água gigantesca impressiona e assusta moradores de Praia Grande; VÍDEO

Fenômeno formado a partir de uma nuvem funil foi registrado por munícipes no último sábado (27)

Por: Por ATribuna.com.br  -  01/03/21  -  17:31
Atualizado em 01/03/21 - 17:37

Uma espécie de "tornado" formado por uma nuvem funil que chega até a superfície da água. Esta é a definição de tromba d'água, fenômeno marítimo que impressionou moradores de Praia Grande, no litoral de São Paulo, no último sábado (27).


Munícipes registraram o momento em que a tromba d´água se formou no mar da cidade. Nas imagens, ainda é possível reparar uma embarcação que estaria atrás e um pouco distante do fenômeno. 


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços! 


Em conversa com ATribuna.com.br,  a meteorologista da Ampere Consultoria, Heloisa Pereira, explicou que as condições na atmosfera eram favoráveis para a formação da tromba d'água na região: "Tivemos um fim de semana marcado pela condição de instabilidade no litoral de São Paulo".


Segundo a especialista, a combinação da umidade, calor e uma baixa pressão atmosférica na região foram alguns combustivéis para a formação de nuvens carregadas no último fim de semana. Essas nuvens são chamadas de Cumulonimbus e, deste tipo de nuvem, com movimentos ascendentes e descendentes intensos, que surgem as nuvens tipo funil, que geram a tromba d'água. 


"Uma nuvem mais 'carregada', como vemos no vídeo, possui movimentos de ar ascendentes e descentes muito intensos. Com a força destes movimentos, é possível a formação de uma coluna de ar giratória pendente de uma nuvem na forma de funil. Nas imagens percebemos que ao tocar o oceano, esta nuvem funil forma a tromba d'água", explica a meteorologista relacionando as imagens de satélite com o vídeo registrado por munícipes.


Procurado pela reportagem, o Grupamento de Bombeiros Marítimos (GBMar) afirmou que não registrou nenhuma ocorrência em relação ao fenômeno.


Cuidados


Heloisa ainda alerta banhistas e embarcações sobre os cuidados com o fenômeno. "Esse é um evento severo de tempo que geralmente acontece rápido e é praticamente impossível prever onde exatamente ele vai se formar e quanto vai durar", relata.


Desta forma, é necessário atenção redobrada. "Mediante alerta de chuvas fortes especialmente na estação de verão, recomenda-se buscar abrigo e não ficar em mar aberto", finaliza.


Logo A Tribuna