Câmeras flagram mulher furtando calcinhas em loja de Praia Grande: 'Preocupante'

Ação ocorreu em estabelecimento no bairro Tupi. Mercadoria, avaliada em mais de R$ 200, foi recuperada

Por: João Amaro & De A Tribuna On-line &  -  12/12/18  -  09:36
  Foto: Reprodução

Câmeras de monitoramento de uma loja que vende biquínis e lingerie flagraram a ação de uma mulher que, fingindo ser cliente, tentou furtar dezenas de peças, em Praia Grande. A ação da 'ladra de calcinhas' foi interceptada por uma vendedora do estabelecimento, que conseguiu recuperar as peças.


A movimentação aconteceu na tarde de sábado (8), mas as imagens foram obtidas por A Tribuna On-line somente nesta quarta-feira (12). Nelas, é possível ver que a mulher age tranquilamente no estabelecimento, no bairro Tupi. Ela finge olhar as peças de roupa enquanto é atendida por uma funcionária.



Em seguida, em um momento de descuido, a mulher enche a mão com peças expostas em um balcão e as coloca dentro da bolsa, rapidamente. O que ela não imaginava é que estava sendo monitorada por outra vendedora do estabelecimento, que assistia toda a cena pelo monitor das câmeras da unidade.


Segundo a proprietária da loja, que preferiu não se identificar e está no ponto há pelo menos seis meses, a funcionária que assistiu a cena avisou a outra vendedora que atendia a mulher. Ela aguardou a suspeita fazer menção de que iria sair do local para abordá-la.


"Ela a questionou, dizendo que faltavam peças de roupa, e que elas estavam em sua bolsa. A mulher fingiu estar surpresa e negou, mexendo na bolsa e tentando camuflar", conta. Nesse instante, uma sacola que estava na bolsa se movimentou, revelando o fundo e, consequentemente, as peças furtadas.


"A vendedora pegou as peças, e a mulher acabou indo embora, sem falar nada", conta. De acordo com a comerciante, ao todo, 16 calcinhas e uma peça de biquíni foram pegas do balcão, e caso fossem levadas, o desfalque no caixa seria alto. "O prejuízo teria sido de R$ 225,90", diz.


Mulher se fingiu de cliente para colocar peças de roupa na bolsa
Mulher se fingiu de cliente para colocar peças de roupa na bolsa   Foto: Reprodução

Na segunda-feira (10), o marido da comerciante foi até a Delegacia Sede do município e registrou boletim de ocorrência, já que a loja está em seu nome. Para a comerciante, agora, fica o alerta. "É difícil, principalmente porque entraremos em um período de grande movimento. Ficamos preocupados", desabafa.


Logo A Tribuna