Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Itanhaém adota fase vermelha do Plano SP neste sábado

Reunião entre representantes da Prefeitura debateu as novas restrições

Por: Por ATribuna.com.br  -  06/03/21  -  11:45
Programa da Prefeitura de Itanhaém promete investir R$ 1 bilhão no município
Programa da Prefeitura de Itanhaém promete investir R$ 1 bilhão no município   Foto: Divulgação/ Prefeitura de Itanhaém

Itanhaém segue a nova reclassificação do Plano São Paulo, que colocou todo o Estado na fase vermelha, a partir deste sábado (6). Desta forma, apenas serviços essenciais irão funcionar na cidade.  


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços! 


Para debater os principais pontos levantados pelas novas restrições, o prefeito Tiago Cervantes se reuniu com o secretariado do município. Segundo comunicado da Prefeitura, o objetivo do encontro foi procurar maneiras de diminuir o prejuízo à população e ao comércio local. 


A partir da implantação da fase vermelha, comércios e serviços não essenciais só irão atender em esquema de retirada no local, drive-thru e pedidos por telefone ou internet. Já os locais considerados essenciais deverão cumprir os protocolos sanitários.


O acesso para a praia, orla e faixa de areia será permitido apenas para atividades físicas individuais e que não gerem aglomeração. Além disso, o efetivo da Secretaria de Trânsito e Segurança irá realizar a fiscalização ininterrupta durante todos os dias enquanto durar a fase vermelha.


Desde o início da pandemia, Itanhaém registrou 3.451 casos confirmados de Covid-19 e 132 óbitos.


O que funciona na Fase Vermelha SP?


A abertura de comércios considerados essencias (farmácias, mercados, padarias, postos de combustíveis, pet shops, hotéis, lavanderias e açougues). Transporte público. O ensino presencial em escolas e os serviços de delivery ou entregas. 


O Plano São Paulo determina as regras da quarentena no estado. Criado em maio de 2020, ele divide São Paulo em 17 regiões de saúde. 


A fase da quarentena em que se encontra cada região é determinada pelo próprio governo do estado.


Todo a extensão de São Paulo regrediu à fase vermelha após aumento de casos da doença na maioria das cidades. A medida entra em vigor neste sábado (6) e deve permanecer até o dia 19 de março.


Logo A Tribuna