Jovem arrastada por moto em Guarujá durante assalto precisará passar por cirurgias plásticas

Estudante recebeu ajuda dos colegas de classe com uma rifa e organizou uma vaquinha virtual

Após ser arrastada por uma moto depois de desmaiar em um assalto, Juliana Rosa dos Santos Costa, de 25 anos, tenta se recuperar do trauma e seguir em frente. O próximo passo é arrecadar dinheiro para realizar as cirurgias plásticas reparadoras, para amenizar os danos físicos causados pela tentativa de assalto.

Clique aqui e assine A Tribuna por apenas R$ 1,90. Ganhe, na hora, acesso completo ao nosso Portal, dois meses de Globoplay grátis e, também, dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

A jovem é estudante de odontologia e, para ajudar com a arrecadação da cirurgia, os colegas de classe decidiram organizar uma rifa. Quem quisesse contribuir estaria concorrendo a um fotopolimerizador, equipamento muito usado na odontologia. A ajuda emocionou a estudante e já foi de grande valia para o valor final. Em menos de 24 horas, toda a rifa já estava vendida. “Eles me surpreenderam. Eu fiquei muito feliz porque com certeza vai me ajudar muito”, diz.

A rapidez na venda da rifa surpreendeu até os colegas que estavam organizando. Lorrainy Barbosa de Souza conta que todos se solidarizaram para ajudar na divulgação, inclusive, alunos de outras faculdades. Agora eles pensam em fazer uma nova rifa para continuar ajudando.

Além das rifas, Juliana tem conseguido juntar o dinheiro por meio de uma vaquinha virtual e espera se recuperar e terminar a faculdade. “O que eu sofri eu não desejo para ninguém, nem para a pior pessoa do mundo. Não vai ser isso que vai parar o meu sonho. Eu levanto todos os dias para conquistar isso”, diz a estudante.

Dia do assalto

Durante o mês passado, enquanto esperava o ônibus, no bairro Jardim São Manoel para ir ao trabalho, um assaltante veio de moto na contramão e puxou a bolsa do braço da estudante. Sem lembrar direito o que aconteceu, ela não soube dizer se a bolsa ficou presa em algum lugar ou se ela a segurou. O relato que fizeram para a estudante é que após ter segurado a bolsa, a jovem caiu no chão e foi arrastada pelo assaltante, ficando com ferimentos pelo rosto e pescoço. O assaltante não conseguiu levar a bolsa e acabou fugindo.

Tudo sobre: