Sobe para 501 o número de famílias que recebem locação social no Guarujá

Auxílio beneficia vítimas de deslizamentos ocorridos em março que tiveram suas casas destruídas; 800 pessoas estão cadastradas, segundo a prefeitura

Ao menos três em cada cinco famílias que perderam suas casas nos deslizamentos de encostas, durante as enchentes registradas em março, já recebem locação social municipal em Guarujá. Segundo a prefeitura, atualmente, o recurso é repassado para 501 núcleos familiares da cidade, número equivalente a 62% dos que pediram o benefício. Ao todo, a administração recebeu 800 cadastros para o benefício.

Uma nova lista com 27 nomes foi publicada no Diário Oficial do Município, na sexta-feira passada (1º). Esses nomes se somam às 474 pessoas já beneficiadas anteriormente. A prefeitura oferece R$ 3.700,00 ao longo de 12 meses, sendo uma primeira parcela de R$ 1.500,00, seguida por 11 parcelas consecutivas de R$ 200,00 por família. 

Conforme a prefeitura, o cadastro e atendimento aos beneficiados são realizados via WhatsApp, a fim de evitar aglomerações em função da pandemia decorrente do novo coronavírus. 

São beneficiadas pelo programa de locação social municipal as famílias que tiveram suas casas destruídas pelos deslizamentos, que ocorreram na madrugada do dia 2 de março deste ano. Também serão beneficiadas as famílias que, por questões de segurança, estão com suas moradias interditadas ou em estado crítico decretado pela Defesa Civil.

Sem aglomeração 

Em função da pandemia decorrente do novo coronavírus, desde 23 de março, o cadastramento e atendimento às famílias são realizados via WhatsApp, visando evitar aglomerações. O atendimento é das 8 às 14 horas. Os números para contato são (13) 3308-6919 ou (13) 3308-6913. 

Tudo sobre: