EDIÇÃO DIGITAL

Quinta-feira

17 de Outubro de 2019

Planta típica de regiões preservadas, jundu volta a crescer na Praia da Enseada, em Guarujá

Jundu é uma vegetação fixadora de duna, que combate processo erosivo costeiro e ainda atrai diversas espécies de aves

Vegetação típica de regiões praianas preservadas, o jundu está voltando a crescer na Praia da Enseada, em Guarujá. Além de trazer novos ares à paisagem, a planta tem uma importante função na natureza: é uma vegetação fixadora de duna, que combate processo erosivo costeiro e ainda atrai diversas espécies de aves.

Para estimular a proteção do jundu, a Prefeitura de Guarujá está promovendo algumas intervenções no local, tais como o isolamento da área com cercas e a instalação de placas informativas, para conscientizar banhistas e frequentadores da praia sobre os cuidados que devem ser tomados para não degradar o bioma.

“A Praia da Enseada é uma das mais urbanizadas de Guarujá e sofreu muito com a degradação causada pela construção irregular de quiosques na faixa de areia nos últimos 30 anos, por exemplo. Após a remoção das construções e a intensificação de serviços de zeladoria, a natureza respondeu com o esplendor de sua força, trazendo de volta o jundu, uma alegria muito grande para todos nós”, apontou Sidnei Aranha, secretário de Meio Ambiente de Guarujá.

O jundu

A vegetação tipicamente litorânea possui de 30 centímetros a 1,50 metro de altura e integra a mata de restinga. Em Guarujá, o jundu também pode ser encontrado nas praias do Tombo e Guaiúba.

Tudo sobre: