Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Guarujá recolhe 750 toneladas de entulho durante mutirão em Vicente de Carvalho

Ação foi realizada em área de descarte irregular de lixo

Por: Por ATribuna.com.br  -  11/02/21  -  14:28
O serviço foi iniciado no sábado (6) e concluído no domingo (7)
O serviço foi iniciado no sábado (6) e concluído no domingo (7)   Foto: Divulgação/Prefeitura de Guarujá

A prefeitura de Guarujá recolheu750 toneladas de entulho, descartados irregularmente por moradores, em uma área localizada na Marginal Piaçaguera, próxima à Rua do Adubo, em Vicente de Carvalho.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


O serviço foi iniciado no sábado (6) e concluído no domingo (7). Entre o material inerte estavam entulhos de demolição, pedras e sucatas de ferro, entre outros detritos. A ação utilizou três caminhões trucados, que realizaram 75 viagens com dez toneladas de lixo cada, totalizando 750 toneladas recolhidas. A operação contou também com o apoio de uma pá-carregadeira.


De acordo com Carlos Alberto de Souza, diretor de Manutenção de Vias, Acessos e Limpeza Urbana, a população precisa se conscientizar dos perigos ocasionados pelo descarte irregular de lixo e entulhos, que culminam na proliferação de doenças e na ocorrência de enchentes e alagamentos.


“Ao descartar materiais irregularmente, além de cometer um crime ambiental, o cidadão contribui para o surgimento de enchentes, já que esses detritos são levados por enxurradas e acabam por assorear as redes de águas pluviais, prejudicando o escoamento e causando infiltrações no solo, comprometendo as tubulações subterrâneas e provocando, assim, os alagamentos”, alertou o diretor municipal.


A administração municipal ainda ressaltou que irá intensificar a fiscalização na marginal e em outros pontos viciados de descarte. Quem for flagrado jogando lixo estará sujeito a sanções. A multa para este tipo de infração varia de R$ 538,28 a R$ 9.808,00.


A Seurb solicita o apoio da população para denunciar pelo telefone (13) 3344-3312, número pelo qual o munícipe também pode agendar o serviço ‘Cata Coisa’, responsável por recolher materiais inservíveis, visando diminuir o descarte irregular em espaços públicos.


O caminhão ‘Cata Coisa’ funciona semanalmente, de segunda-feira a sábado, porém, os agendamentos devem ser feitos de segunda à sexta-feira, das 8 às 11h30 e das 14 às 16h30. Já para agendar o serviço pelo WhatsApp, o contato é o (13) 9-9620-0855.


O ‘Cata Coisa’ não recolhe entulho de obra e nem restos de vegetais, como poda de árvores e galhos. Nesse caso, o munícipe deve contratar um serviço particular de caçambas.


Logo A Tribuna