Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Guarujá entra na fase vermelha com barreiras sanitárias na entrada da cidade

Seguindo as recomendações do plano São Paulo, apenas serviços essenciais irão funcionar na cidade; confira

Por: Por ATribuna.com.br  -  06/03/21  -  11:24
A partir desta sexta (18) ambulantes poderão disponibilizar cadeiras e guarda-sóis
A partir desta sexta (18) ambulantes poderão disponibilizar cadeiras e guarda-sóis   Foto: Arquivo/Carlos Nogueira/AT

Seguindo as medidas anunciadas pelo Governo do Estado que reclassificam a Baixada Santista para a fase vermelha do Plano São Paulo, Guarujá irá iniciar as restrições a partir deste sábado (6). As regras devem seguir até o dia 19 de março com objetivo de conter o avanço da doença Covid-19.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços! 


Em comunicado, a Administração Municipal explicou que seguirá todas as medidas recomentadas pelo Estado. Desta forma, o acesso à praia será permitido apenas para a prática de esportes individuais, respeitando as regras de distanciamento. Cadeiras, guarda-sóis e comércio ambulante estão proibidos.


Restaurantes, bares, quiosques, shoppings e congêneres também não poderão funcionar com consumo no local. O atendimento deverá ser somente nos sistemas de entrega, retirada no local ou drive-thru.


Também será implantada barreiras sanitárias na entrada da cidade pela Rodovia Cônego Domenico Rangoni de sexta-feira a domingo, das 7 às 19 horas, com aferição de temperatura de todos os ocupantes dos veículos que tentarem entrar em Guarujá. Caso a temperatura seja igual ou superior a 37,5 graus celsius, a entrada não será autorizada.


O município possui 14.401 casos confirmados de Covid-19 e registra 608 óbitos pela doença desde o início da pandemia.


O que funciona na Fase Vermelha SP?


A abertura de comércios considerados essencias (farmácias, mercados, padarias, postos de combustíveis, pet shops, hotéis, lavanderias e açougues). Transporte público. O ensino presencial em escolas e os serviços de delivery ou entregas. 


O Plano São Paulo determina as regras da quarentena no estado. Criado em maio de 2020, ele divide São Paulo em 17 regiões de saúde. 


A fase da quarentena em que se encontra cada região é determinada pelo próprio governo do estado.


Todo a extensão de São Paulo regrediu à fase vermelha após aumento de casos da doença na maioria das cidades. A medida entra em vigor neste sábado (6) e deve permanecer até o dia 19 de março.


Logo A Tribuna