Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Guarujá avança na criação de corredor ecológico

Cidade realiza oficinas participativas para instituição da área de proteção da Serra de Santo Amaro. A junção com Serra do Guararu possibilitará formação do Corredor Ecológico

Por: Por ATribuna.com.br  -  16/02/21  -  18:25
APA da Serra do Guararu foi instituída em 2012
APA da Serra do Guararu foi instituída em 2012   Foto: Divulgação/PMG

A prefeitura de Guarujá realizará, nesta sexta-feira (19),duas oficinas participativas on-line (dinâmicas em grupo) junto aos munícipes, para tratarda instituição da Área de Proteção Ambiental (APA) Serra de Santo Amaro. Ao lado da APA Serra do Guararu – já instituída – o local formará o Corredor Ecológico de Guarujá.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


As oficinas serão feitasnos dias 19(entre por aqui)e 24 de fevereiro(entre por aqui). Este é o segundo passo para a instituição definitiva da APA. Já foi realizado um estudo de viabilidade técnica, capitaneado pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente (Semam), que investigou aspectos como: biodiversidade local, paisagem, meio físico e demais características da região. Com a conclusão das oficinas participativas – que é parte do processo de consultas públicas – o projeto fica pronto para virar decreto no Município.


A criação do Corredor Ecológico visa, de acordo com a prefeitura, não apenas proteger a biodiversidade, mas também criar mecanismos de gestão compartilhada dos espaços e ordenamento de território. Quando concluído, o corredor ambiental ocupará cerca de 50% de toda a área do município.


“A proteção da área de mata é o princípio básico, mas não fica só nisso. É garantir o desenvolvimento da região como um todo, com a criação de políticas ambientais visando a preservação do bioma e uma exploração ordenada do espaço. São inúmeras as possibilidades, em especial o turismo ecológico”, destaca o titular da Secretaria de Meio Ambiente (Semam), Sidnei Aranha.


Serras do Guararu e de Santo Amaro


A primeira a ser instituída como APA foi a Serra do Guararu, em 2012. Ela compreende toda a região do Perequê, próximo à divisa com Bertioga, em área conhecida como Rabo do Dragão. Em 2018, foi reconhecida como exemplo em eficiência de governança, sendo classificada como a terceira melhor do Brasil.


A Serra de Santo Amaro é a mais extensa da cidade. Ela cobre bairros como Astúrias, Pitangueiras e Enseada, chegando próximo ao Perequê, e partindo por todos os bairros de Vicente de Carvalho até chegar à região da Base Aérea.


Logo A Tribuna