EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

20 de Janeiro de 2020

Guarujá deve armar toda a Guarda Municipal até 2021

É o que diz o prefeito Válter Suman, que também anuncia novas vagas para creches

Até 2021, todos os guardas civis municipais (GCMs) de Guarujá — mais de 350 — deverão estar autorizados a portar armas de fogo. Para os próximos meses, a meta é que pelo menos a metade da corporação trabalhe armada.

O anúncio foi feito nesta terça-feira (14) para A Tribuna pelo prefeito Válter Suman (PSB), na véspera do Dia de Santo Amaro, padroeiro da cidade.

Atualmente, 120 agentes da GCM já estão habilitados a usar arma de fogo. No mês passado, a prefeitura entregou 62 pistolas calibre 380 à corporação. Os novos armamentos se somaram a outros 35 entregues em março e a 50 coletes balísticos. 

Suman ressalta que o armamento da guarda contribui com maior “sensação de segurança” e permite ao agente atuação efetiva em locais com maior criminalidade. “Somado ao plano de iluminação da orla e de bairros, Guarujá é hoje uma cidade mais segura para seus moradores e turistas.” 

O Decreto 12.381, de 2017, regulamenta o uso de arma de fogo pela GCM. Armada desde o ano passado, a corporação também faz operações constantes para reprimir invasões de áreas de Mata Atlântica e a receptação de fios de cobre e cabos furtados. A utilização desse armamento é amparada por lei federal. 

Para ter autorização de porte, um agente passa por capacitação técnica de 100 horas, em etapas teórica e prática. Em Guarujá, as atividades são na GCM e na Base Aérea de Santos. 

Ainda neste ano, o prefeito espera concluir uma Central de Monitoramento por câmeras. “Nossa ideia é criar uma muralha eletrônica, que vai contribuir para a redução nos indicadores de segurança, que já estão em queda, tornando a Cidade mais atrativa a turistas e investidores”. Cerca de R$ 20 milhões estão destinados para compra e instalação de equipamentos.

Creches

Válter Suman também almeja, para 2021, zerar a fila de espera por creches. Estima-se que cerca de 1,5 mil crianças aguardem vaga. “Avançamos nesse tema sem construir uma unidade sequer. Apenas aproveitamos espaços e melhoramos contratos vigentes”.

Parte dos novos lugares em creches foi anunciada nesta quarta. São mais 500 vagas na rede municipal de ensino. Igual quantidade foi entregue no ano passado. As novidades incluem aumento no repasse feito às instituições por criança – que pode chegar a 18%, segundo a prefeitura. 

O chefe do Executivo informa, ainda, a reserva de R$ 124 milhões para pavimentação de vias em bairros periféricos e nas principais avenidas de Guarujá. Os trabalhos serão iniciados em até 60 dias. Os recursos são frutos de convênios e verbas próprias. 

A construção de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em Vicente de Carvalho, ampliação de leitos clínicos, vagas de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) e a habilitação de um centro de hemodinâmica no Hospital Santo Amaro são algumas das ações planejadas para a Saúde. “A cidade opera hoje no azul. Com isso, resgatamos a credibilidade de Guarujá”.

Tudo sobre: