Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Defesa Civil interdita 10 moradias após incêndio na comunidade da Prainha em Guarujá

Equipes seguem no local do incêndio fazendo levantamento de campo para identificar a quantidade exata de imóveis atingidos pelo fogo

Por: Por ATribuna.com.br  -  10/02/21  -  14:54
Atualizado em 10/02/21 - 15:01
Incêndio destruiu cerca de 70 moradias da comunidade da Prainha, em Guarujá
Incêndio destruiu cerca de 70 moradias da comunidade da Prainha, em Guarujá   Foto: Vanessa Rodrigues/AT

A Defesa Civil de Guarujá interditou dez moradias da comunidade da Prainha, em Vicente de Carvalho, próximo a área portuária, na margem esquerda. Um incêndio de grandes proporções ocorrido na tarde de terça-feira (9) causou a destruição de cerca de 70 barracos.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Até o fim da noite de terça, a prefeitura trabalhava com o número de 60 moradias que foram atingidas pelo fogo. Nesta quarta-feira (10), equipes da Defesa Civil interditaram dez moradias da comunidade.


Em conjunto com a Secretaria de Habitação (Sehab), a Defesa Civil está na comunidade fazendo um levantamento de campo para identificar a quantidade exata de moradias atingidas para inscrição das famílias no programa de Locação Municipal.


Levantamento preliminar do Corpo de Bombeiros indica que pelo menos 77 barracos foram atingidos
Levantamento preliminar do Corpo de Bombeiros indica que pelo menos 77 barracos foram atingidos   Foto: Vanessa Rodrigues/AT

A Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social (Sedeas) realizou 87 cadastros de famílias que foram diretamente atingidas pelo incêndio. Essas famílias, segundo a prefeitura, vão receber cestas básicas e kits de higiene.


A administração afirmou que não houve pessoas desalojadas, uma vez que a maioria dos moradores estão em casas de parentes, enquanto que apenas uma pessoa está abrigada na Unidade de Acolhimento Municipal José Calherani.


Incêndio destruiu cerca de 70 moradias da comunidade da Prainha, em Guarujá
Incêndio destruiu cerca de 70 moradias da comunidade da Prainha, em Guarujá   Foto: Vanessa Rodrigues/AT

Reuniões


O prefeito Válter Suman esteve reunido, na manhã desta quarta, com seu secretariado para uma reunião de urgência para definir as ações integradas no atendimento à ocorrência.


Durante a tarde, Suman fará reunião com representates da Santos Port Authority (SPA), autoridade portuária de Santos, que é dona da área ocupada pela comunidade, para definir ações de limpeza e isolamento da área que será destinada para futura expansão portuária.


Devido ao incêndio, a Prefeitura havia informado que a vistoria no Mirante das Galhetas, que seria realizada nesta manhã, com a presença do ministro do Turismo, Gilson Machado, foi adiada. Uma nova data será definida.


Incêndio


Incêndio começou por volta das 14h30 de terça-feira
Incêndio começou por volta das 14h30 de terça-feira   Foto: Vanessa Rodrigues/AT

Um incêndio atingiu moradias da comunidade Prainha, em Guarujá, proximo a área portuária, na tarde desta terça-feira (9). Segundo informado pela prefeitura, 60 moradias foram atingidas pelas chamas, enquanto que os bombeiros trabalham de que cerca de 100 barracos foram destruídos. Apesar do grande estrago, não houve registro de vítimas.


O incêndio teve início por volta das 14h30 em uma das moradias da comunidade. O Corpo de Bombeiros informou que ainda não se sabe o que ocasionou o fogo no local. Somente depois das 17h40, três horas depois, que o incêndio foi extinto.


Logo A Tribuna