Passagem de ciclistas e pedestres na travessia Santos-Guarujá será interditada por 24h

Bloqueio para obras de modernização e melhorias acontece a partir desta sexta-feira (18)

Por: ATribuna.com.br  -  17/02/22  -  11:20
Opção para ciclistas e pedestres se deslocarem entre as cidades será a faixa exclusiva que será criada no bolsão dos veículos
Opção para ciclistas e pedestres se deslocarem entre as cidades será a faixa exclusiva que será criada no bolsão dos veículos   Foto: Alexsander Ferraz/AT

A passagem exclusiva de ciclistas e pedestres na travessia de balsa entre Santos e Guarujá ficará interditada por 24h, das 21h desta sexta-feira (18) até as 21h de sábado (19). O bloqueio ocorre devido a obras no local.


Clique, assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe centenas de benefícios!


De acordo com o Departamento Hidroviário (DH), são realizados serviços de modernização e melhorias na travessia. Para carros, motos, ônibus e caminhões, as balsas funcionarão normalmente.


O DH disponibilizará aos ciclistas e pedestres uma faixa exclusiva de acesso à balsa, até que as obras sejam concluídas.


Obras

Os serviços, segundo o DH, visam aumentar a segurança e o conforto de ciclistas e pedestres durante o percurso. Neste final de semana, será realizada a troca do flutuante da travessia mista no lado de Santos, Para isto, por meio do Departamento, a Secretaria de Logística e Transportes de São Paulo está investindo R$ 1,9 milhão na obra.


Em janeiro, o departamento entregou a segunda e última fase das obras do atracadouro entre Santos e Guarujá. Trata-se de um atracadouro misto, destinado ao embarque e desembarque de pedestres, bicicletas e veículos.


O serviço, realizado sem recursos públicos, foi contratado pela empresa responsável pelo navio dinamarquês que, em junho de 2021, danificou as plataformas da balsa.


Programa de modernização

Desde 2019, 17 embarcações reformadas foram entregues e, neste período, o valor da tarifa não foi reajustado. Além disso, a manutenção passou a ser 24h, com o recondicionamento de 26 motores e reversores. Os usuários também ganharam novos canais de informação em tempo real.


Após os investimentos, as travessias litorâneas tiveram maior quantidade de embarcações e redução no tempo médio de espera.


Logo A Tribuna
Newsletter