Oportunidades de estágio crescem na Baixada Santista e Vale do Ribeira para 2019

Em toda a região, serão mais de mil vagas abertas para diversos cargos a partir de janeiro

Por: Paulo Santos & De A Tribuna On-line &  -  21/12/18  -  15:32

Melissa Melo, de 24 anos, está cursando o último ano de Engenharia de Produção e faz estágio em uma importante empresa de transporte ferroviário do país, que atua no Porto de Santos. Para conseguir a vaga, ela passou por um processo seletivo do qual participaram 500 pessoas. Há 3 meses no cargo, Melissa é estagiária de Almoxarifado, e lida com toda a logística de materiais da empresa.


Ao seu ver, a experiência profissional na firma tem sido positiva. "Tenho recebido bons feedbacks dos coordenadores, e busco conhecer outros responsáveis das demais áreas de atuação para aprender mais".


Mesmo com pouco tempo de casa, a jovem já tem um objetivo a atingir dentro da companhia. "Quero aprender tudo o que for possível dentro da empresa, e ser efetivada o mais rápido possível".


Melissa faz parte de um grupo de estudantes que buscam iniciar sua carreira profissional por meio de oportunidades de estágio, fase de aprendizado em empresas de diversos ramos de atuação que preparam o estudante para o mercado de trabalho.


A partir de janeiro de 2019, cerca de 1.000 vagas de estágios devem abrir na região da Baixada Santista e do Vale do Ribeira.A informação é do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE). O órgão estima um crescimento de 10% a 15% no número de oportunidades, comparado com o mesmo período de 2018.


A maioria das vagas corresponde a cursos técnicos e a faculdades de Gastronomia, Pedagogia, Administração e Direito. Outras 320 vagas abertas já estão em processo seletivo na região.


Ainda segundo o CIEE, 60% das vagas que o órgão atende na região correspondem ao Ensino Superior. Outros 40% estão ligadas ao Ensino Médio e Superior. Em todo o país, serão mais de 80 mil oportunidades para jovens aprendizes entrarem no mercado de trabalho.


Marcelo Paschoal, Supervisor da unidade em Santos, explica que o aumento de oportunidades no mercado de trabalho para esse público na região se deve à alta transição de vagas.


Aumento de vagas chega a ser 15% maior comparado com 2018
Aumento de vagas chega a ser 15% maior comparado com 2018   Foto: Divulgação/ CIEE

"Este alto número de vagas em todo o país, e que reflete na Baixada Santista e Vale do Ribeira, se deve à quantidade demasiada de fim de contratos, que expiram em dezembro e, também, por conta de alunos que estão completando a graduação na universidade", explica o responsável.


Importância para o mercado


No ponto de vista dos especialistas, as empresas não veem mais os estagiários como apenas mãos-de-obra, como era antigamente, mas como parte importante no processo para atingir suas metas e objetivos.


"Aquela história de estagiário apenas servir café e tirar cópias de documentos o dia inteiro dificilmente acontece. Atualmente, as empresas oferecem desafios de acordo com níveis de conhecimento da carreira, e dão autonomia para que se desenvolvam", explica o coach em Recursos Humanos, Allan Lopes.


Além disso, os novos profissionais são vistos como jovens que serão inicializados no mercado e que têm boas oportunidades de serem efetivados. "Os estagiários são importantes para trazer oxigenação às empresas. Além disso, existe uma expectativa para uma inicialização e capacitação daquele novato na área de atuação", afirma Paschoal.


Outro ponto é a experiência que o estudante recebe com aquele trabalho. Fábio Sartori, especialista em RH, explica que os jovens se preocupam muito por não terem trabalho na área em que estudam, mas que este fator não é levado em consideração pelas empresas na hora do recrutamento.


"O que as firmas mais buscam nos novos profissionais é um potencial a ser desenvolvido naquele estudante para que ele possa, no futuro, assumir um cargo efetivo na companhia. Estes, saem na frente de outros concorrentes".


Dicas


Para que um estagiário consiga evoluir dentro daquela oportunidade, Sartori afirma que o jovem deve procurar mostrar tudo o que sabe fazer de bom e melhorar nos seus pontos fracos. "É importante que este novato procure evidenciar seus pontos fortes. Que ele busque saber como contribuir com aquela firma".


Lopes aponta, ainda, a importância do candidato buscar conhecer a empresa na qual almeja trabalhar. " É importante que o estudante busque saber se a empresa em que ele busca oportunidade se encaixa com seu perfil e com seus interesses profissionais, para que ele alinhe as funções que exercerá com as suas carcterísticas pessoais e construa, assim, sua carreira".


Para o estagiário se destacar, os especialistas são unânimes: é preciso tirar da cabeça o "espírito de vira-lata". "É preciso que o estudante tenha mente de funcionário: engajado com a empresa, comprometimento por meio de vínculo e entendendo que seu papel ali é importante", explica Fábio Sartori.


Lopes destaca, ainda, que o estagiário deve encarar a vaga "como grande oportunidade para que ele mostre o trabalho dele e consiga ser efetivado e trilhar sua carreira".


Logo A Tribuna