Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Operação Descida será suspensa durante fase emergencial, diz prefeito de Santos

Medida valerá nos finais de semana dos dias 19, 20 e 21 e 26, 27 e 28

Por: Por ATribuna.com.br  -  12/03/21  -  20:22
Cidades da região esperam que medida afaste turistas durante os finais de semana da fase emergencial
Cidades da região esperam que medida afaste turistas durante os finais de semana da fase emergencial   Foto: Reprodução/Ecovias

O prefeito de Santos e presidente do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Baixada Santista (Condesb), Rogério Santos, afirmou que, em acordo com o Governo do Estado de São Paulo, a Operação Descida do Sistema Anchieta-Imigrantes (SAI) será suspenso nos dois finais de semana da fase emergencial do Plano São Paulo.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Segundo informou o chefe do executivo santista, em um vídeo postado em suas redes sociais, a suspensão da Operação Descida vai valer nos finais de semana dos dias 19, 20 e 21 e 26, 27 e 28 desse mês, período da fase emergencial do Plano São Paulo que estará em vigor até o dia 30.


"Ajudará muito a coibir que turistas venham para a nossa região nesse momento em que o isolamento é muito importante", declarou o prefeito santista.


A reivindicação de suspender a Operação Descida durante um período de fim de semana é um longo pedido por parte do Condesb para evitar maiores aglomerações nas cidades do Litoral tamanha a presença de turistas.


Mais cedo, em entrevista para a Rádio Bandeirantes, Rogério Santos fez um apelo para que a população da capital e demais cidades do Interior paulista, não viessem para a Baixada devido ao avanço da pandemia, além do fato de que as praias da cidade estarão fechadas já a partir deste sábado.


Em nota, a Ecovias informou que aguarda a comunicação oficial sobre a possível suspensão da realização da Operação Descida. Acreditamos que as novas medidas de restrição adotadas pelo Governo do Estado terão efeito direto na redução do volume de tráfego no SAI, fato que, por si só, elimina a necessidade de implantação da operação especial.


Aumento de leitos


No mesmo vídeo, o presidente do Condesb afirmou que o Estado disponibilizou mais leitos de UTI e enfermaria voltados para pacientes da Covid-19. Além disso, investimentos na área da saúde serão repassados para as prefeituras da Baixada.


Segundo Rogério, somente em Santos, serão disponibilizados mais de 60 leitos para o enfrentamento da pandemia.


Decreto


Decreto que será publicado pela Prefeitura recomenda que as escolas particulares da cidade também supendam as aulas, já que as municipais serão fechadas. Mas não há obrigatoriedade.


Já as academias poderão funcionar com 15% (era 30%) da capacidade e hora marcada para cada pessoa. Diferentemente das outras cidades, Santos contraria o Plano São Paulo e permite a abertura de academias como parte dos serviços essenciais, porque está previsto em lei municipal.


Logo A Tribuna