Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Média móvel de mortes por Covid-19 aumenta na Baixada Santista

Segundo o infectologista Pedro Camargo, os números são um reflexo do comportamento das pessoas, principalmente quando uma pequena parcela da população está vacinada

Por: Nathália de Alcantara  -  18/02/21  -  09:18
Segundo o infectologista Pedro Camargo, os números são um reflexo do comportamento das pessoas
Segundo o infectologista Pedro Camargo, os números são um reflexo do comportamento das pessoas   Foto: Matheus Tagé/AT

A média móvel de mortes por coronavírus nos últimos sete dias na região aumentou na comparação com a semana anterior. O total de sete óbitos por dia entre 3 e 9 de fevereiro passou para oito óbitos no período de 10 a 17 deste mês.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Segundo o infectologista Pedro Camargo, os números são um reflexo do comportamento das pessoas, principalmente quando uma pequena parcela da população está vacinada.


“Não tivemos queda confortável ou estabilidade nos casos e mortes. Isso é muito triste, pois reflete um comportamento que oscila de acordo com a vontade da população de cumprir ou não as determinações”.


Nesta quarta-feira (16), a Baixada Santista passou dos 100 mil casos de covid-19 desde o começo da pandemia.


Logo A Tribuna