Lojas de rua nas cidades da região estenderão funcionamento a partir da próxima semana

Comércio deve permanecer aberto até as 22 horas para compras de fim de ano

Por: Egle Cisterna  -  27/11/18  -  18:47
Fica a cargo de cada estabelecimento definir como trabalhar neste período do ano
Fica a cargo de cada estabelecimento definir como trabalhar neste período do ano   Foto: Fernanda Luz/AT

A agitação de compras para o Natal já chegou ao comércio de rua na Baixada Santista. Em algumas cidades, os estabelecimentos comerciais devem ampliar o horário de atendimento ao público a partir da próxima semana.


Não há regras que obriguem os lojistas a ampliarem seus horários e fica a cargo de cada stabelecimento definir como vai trabalhar neste período. Mas, de acordo com o Sindicato do Comércio Varejista da Baixada Santista (SincomércioBS), o consumidor pode aproveitar o tempo extra a partir do dia 1º de dezembro.


“As comemorações de final de ano movimentam grande quantidade de mercadorias e podem gerar muito lucro aos comerciantes. Para aproveitar ao máximo o período, o SincomércioBS recomenda flexibilização do expediente para acomodar o maior número possível de clientes”, diz o presidente da entidade, Omar Abdul Assaf.


É o caso de São Vicente, que registra movimento intenso de consumidores nesta época do ano. De acordo com a Associação Comercial da Cidade, a partir do dia 3, as lojas devem ficar abertas até as 22 horas e o horário extra segue até o dia 23.


Em Guarujá, que também é forte no comércio popular, a ampliação do horário deve ser adotada a partir da segunda semana de dezembro. “Perto do final da semana, entre quinta e sábado, alguns lojistas já vão ficar abertos até as 22 horas ou até o último cliente”, diz o presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) Guarujá, Orlando Júnior.


Em Bertioga, por conta do horário de verão, alguns comerciantes já estão atendendo o público até mais tarde. Em Mongaguá, o comércio tem autorização para trabalhar até o limite de 22 horas o ano todo. A Prefeitura explica que “culturalmente, as atividades funcionam até as 19h em épocas normais e, em virtude do Natal e início de temporada de verão, este horário é estendido até as 22 horas”.


Cubatão deve definir a ampliação do horário do comércio de rua nesta quarta-feira (28), em reunião entre a Prefeitura e a diretoria da Associação Comercial e Industrial de Cubatão (ACIC).


Logo A Tribuna