Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Idosos da Baixada Santista ainda podem se vacinar

Pessoas com idade a partir de 85 anos e profissionais de saúde poderão buscar imunização em unidades de saúde designadas pelas prefeituras. Pelo menos 13.091 doses estão disponíveis na maioria das cidades da região

Por: Júnior Batista  -  20/02/21  -  22:47
Cubatão saiu na frente e já deu a largada para atender esse público
Cubatão saiu na frente e já deu a largada para atender esse público   Foto: Vanessa Rodrigues/AT

A Baixada Santista ainda tem, pelo menos, 13.091 doses de vacinas contra covid-19 disponíveis para concluir a proteção dos idosos com mais de 85 anos e os profissionais de saúde. E, a partir da próxima terça-feira (23), Guarujá começará a imunizar pessoas de 80 a 84 anos, antes do prazo programado pelo Estado (veja mais abaixo). Única cidade da região a imunizar no fim de semana, Peruíbe aplicou a segunda dose da CoronaVac neste sábado (20), nas unidades básicas de Saúde (UBSs) Caraguava e Trevo.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

Na segunda


Guarujá, São Vicente, Itanhaém e Bertioga continuam a vacinar na segunda. As duas primeiras cidades são as que mais têm doses disponíveis: 5 mil para os guarujaenses e 4.330 para os vicentinos, segundo as prefeituras.


Bertioga dispõe de 600 doses, e Itanhaém, de 1 mil. Ambas também só retomam o esquema de imunização na segunda.
Em Cubatão, ainda restam 1.600 doses, que serão distribuídas a partir de segunda-feira. Trata-se da segunda dose a profissionais e idosos em casas de repouso vacinados na primeira fase e a primeira etapa para os maiores de 85 anos. Em Mongaguá, as vacinas acabaram. Praia Grande não respondeu até o fechamento desta edição.


Santos


Em Santos, as doses acabaram na última quinta-feira. Em nota, a Administração municipal disse que, quando chegar uma nova remessa de doses para vacinar os idosos a partir dos 80 anos, pessoas com idade superior a essa e que não tenham sido vacinadas também serão atendidas. O plano estadual de imunização prevê que a campanha para vacinação de pessoas com 80 anos ou mais começará em 1o de março.


A Prefeitura não informou quantos idosos acima de 85 anos foram vacinados até esta sexta-feira (19), nem se todos foram vacinados, mas justificou que o Governo do Estado reservou doses para esse público com base na campanha de vacinação contra gripe que foi realizada no ano passado.


Como nem todos os idosos buscaram a dose contra a Influenza em 2020, pode ocorrer defasagem, alega o Município.


Logo A Tribuna