Estado revela que 10 hospitais atingiram a capacidade máxima no atendimento à Covid-19

O secretário de Estado da Saúde, Jean Gorinchteyn, pediu aos prefeitos que sigam as recomendações para evitar danos maiores

Por: Matheus Müller  -  07/01/21  -  19:48
Medicamentos sedativos estão em falta nos Estados brasileiros
Medicamentos sedativos estão em falta nos Estados brasileiros   Foto: Alexsander Ferraz

O secretário de Estado da Saúde, Jean Gorinchteyn, informou durante o seminário com os prefeitos na manhã desta quarta-feira (6), que 10 hospitais já atingiram a capacidade máxima. Ele aponta que essa alta no número de casos não era esperada e pediu aos gestores municipais que sigam as recomendações do Governo.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


“Estamos atentos e atuantes. Estamos ampliando o número de leitos, recrutamento de recursos humanos, mas sem vocês (prefeitos) isso não será possível. Não adianta eu fazer o aumento de leitos se cada uma das regiões não fizer o que é mais importante: a prevenção”.


O secretário reforça que o aumento da ocupação de leitos das UTIs “coloca em risco a assistência a cada um dos munícipes da sua região. Por isso, a importância e a necessidade de termos parceria e responsabilidade”.


Vacinação


Gorinchteyn informou, ainda, que o número de postos de vacinação passou de 5.200 para mais de 10 mil, e que escolas, quarteis, farmácias, estações de trem, terminais de ônibus, serão usados para esta finalidade, inclusive com opção de drive-thru. O gestor apontou que 9 milhões de pessoas vão ser imunizadas na 1ª fase, de 25 de janeiro a 28 de março, são profissionais da saúde, idosos, indígenas e quilombolas.


Sobre o horário de vacinação, o secretário apresentou uma sugestãocom aplicações durante todos os dias da semana, de segunda a sexta-feira, das 7h às 22h, e sábado, domingo e feriados, das 7h às 17h. Entretanto, caberá a cada município definir a estratégia.


Para essa primeira fase estão disponíveis 18 milhões de doses, com 27 milhões de seringas e agulhas. O processo contará com 54 mil profissionais da saúde e 25 mil policiais para a escolta dos 30 caminhões refrigerados.


Logo A Tribuna