Estado desbloqueia R$ 40 milhões para turismo na Baixada Santista

Segunda fase da reforma do Parque Roberto Mário Santini, no José Menino, é parte do destino do dinheiro

Por: Sandro Thadeu  -  24/11/21  -  11:36
A verba de Santos também deve ser empregada na segunda etapa das obras do Parque Roberto Mário Santini
A verba de Santos também deve ser empregada na segunda etapa das obras do Parque Roberto Mário Santini   Foto: Alexsander Ferraz/AT

A Secretaria de Estado de Turismo e Viagens desbloqueou, neste mês, R$ 40,136 milhões para as cidades da Baixada Santista.


Esses recursos são oriundos do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos (Dadetur). Os convênios com as prefeituras deverão ser assinados até o final do ano. Caso contrário, esse dinheiro será perdido.


Clique, assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe centenas de benefícios!


O prefeito de Itanhaém e vice-presidente da Associação das Prefeituras das Cidades Estância do Estado de São Paulo (Aprecesp), Tiago Cervantes (PSDB), considerou a medida muito positiva. “Os investimentos favorecem a atividade turística, além de as novas obras gerarem mais emprego e renda na cidade”, frisou.


O Município terá direito a R$ 2 milhões, a serem destinado à reurbanização de trecho da orla no Bairro Cibratel, nas imediações do Pocinho de Anchieta.


Santos receberá R$ 14,568 milhões e pretende usá-los no projeto de combate a incêndios e de climatização do Paço, na segunda etapa da reforma do Centro de Cultura Patrícia Galvão e no Cine Escola do Mercado Municipal.


A verba também deve ser empregada na segunda etapa das obras do Parque Roberto Mário Santini, no José Menino, na revitalização da escadaria da Rua Joana D’Arc (que dá acesso ao Museu de Arte Sacra e ao Morro São Bento), da Ponte Edgard Perdigão, na Ponta da Praia, e da Rua República Portuguesa, na Vila Nova.


Bertioga usará R$ 2,497 milhões para a reurba-nização da orla do Jardim Raphael e para a segunda etapa de melhorias da Avenida Anchieta. Os R$ 3,365 milhões para São Vicente estarão reservados a projetos na região central e da orla da praia.


Aeroporto
R$ 7,771 milhões, reservados para Guarujá, serão direcionados para a primeira fase das obras de infraestrutura de acesso ao Aeroporto Civil Metropolitano, a reestruturação das vias do Bairro Pernambuco e a revitalização do Mercado do Peixe das Astúrias e do Boulevard Caminho do Mar, na Praia de Pitangueiras.


Peruíbe usará R$ 1,556 milhão para a urbanização da Praia das Ruínas. Cubatão receberá R$ 253.965,52 a mais; Praia Grande, R$ 6,583 milhões; e Mongaguá, e R$ 1,532 milhão.


Logo A Tribuna