Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Estado de SP programa vacinação de idosos após China liberar insumos da CoronaVac

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou que vai começar a vacinar idosos acima de 90 anos a partir da próxima segunda (8)

Por: Júnior Batista  -  01/02/21  -  16:47
21 milhões de doses da Coronavac serão repassados ao Ministério da Saúde
21 milhões de doses da Coronavac serão repassados ao Ministério da Saúde   Foto: Divulgação/Governo do Estado de São Paulo

O governo chinês aprovou a exportação de mais 5.600 litros de insumos da CoronaVac, que poderão fazer mais 8,7 milhões de doses da vacina. A chegada está prevista para o próximo dia 10. Nesta quarta-feira (3), o Instituto Butantan recebe mais 5.400 litros de insumos, possibilitando mais de 8,6 milhões de doses da CoronaVac.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou que vai começar a vacinar idosos acima de 90 anos. A partir desta segunda-feira (1º), 587 mil doses começam a ser distribuídas para todo o Estado.

Na próxima segunda-feira (8), os idosos acima de 90 anos já começam a ser vacinados. Seguindo o plano de imunização do Estado, no dia 15 de fevereiro começam a ser vacinados os idosos com idade entre 85 e 90 anos.


Segundo o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, já foram pedidos mais 8 mil litros de doses. Com isso, totalizam, de acordo com ele, 17 milhões de doses da vacina, que serão entregues até março.Até o começo de agosto, o cronograma mantém 100 milhões de doses, assim que sejam assinados os contratos com o Ministério da Saúde.


Plano SP


De acordo com o Secretário de Estado da Saúde, Jean Gorynchtein, houve redução em 8% no número de mortes em São Paulo e também as internações em unidades de terapia intensiva (UTI) estão em 68,5%, abaixo dos 70% da semana passada.


Por isso, nesta quarta-feira também estão previstas suspensões nos horários de funcionamento de bares e restaurantes por conta da queda nos números. O anúncio pode suspender as medidas de restrição já neste fim de semana, em que todo o Estado estaria na fase 1 - vermelha.

A secretária de desenvolvimento econômico, Patricia Ellen, afirmou que a Baixada Santista está com cenário de tendência de melhora. Assim, as medidas de restrição devem ser revistas aqui na região.Ela afirmou, ainda, que a região de Bauru está com 89% de internação, uma situação muito preocupante.


Logo A Tribuna