Dersa é notificada pelo Procon por demora na travessia de balsas entre Santos e Guarujá

Órgão exige prazo de cinco dias para esclarecimentos sobre problemas

Por: Da Redação  -  26/01/19  -  14:50
Oito pontos de travessia operados pela Dersa devem ser oferecidos para a iniciativa privada
Oito pontos de travessia operados pela Dersa devem ser oferecidos para a iniciativa privada   Foto: Nirley Sena/AT

A Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S/A) foi notificada pelo Procon, na última quinta-feira (24), por conta dos transtornos gerados pelo tempo excessivo de espera na travessia de balsas entre Santos e Guarujá. O órgão se baseou no artigo do Código de Defesa do Consumidor responsável por estabelecer que serviços essenciais devem ser feitos de modo eficaz e contínuo.


A empresa tem até cinco dias úteis para apresentar seu posicionamento ao Procon, devendo responder sobre a relação de embarcações (em reserva e em operação), média do tempo de espera nos horários de fluxo, número de reclamações registradas (em específico sobre o tempo de espera) e previsão para a aquisição de novas balsas.


O Procon também informa que, se os problemas na travessia persistirem, a empresa sofrerá penalidades severas, como multas.


Em nota, a Dersa informou que a nova gestão está trabalhando efetivamente para levar melhorias ao sistema. Em relação ao Procon, a empresa comunicou que apresentou ao órgão as informações solicitadas, e que tomará todas as providências para solucionar os problemas apontados.


A Dersa também ressalta que estudos estão sendo realizados para definir um cronograma sobre aconcessão de todos os serviços de travessia de balsas hoje administrado pela empresa à iniciativa privada. Também planeja uma ponte a ser construída pela iniciativa privada ligando Santos a Guarujá.


Logo A Tribuna