Comando da PM projeta reforço maior de policiais durante a Operação Verão no litoral de SP

Coronel Gilson Hélio Jesus dos Santos espera efetivo maior do que antes do início da pandemia

Por: Daniel Gois  -  01/11/22  -  09:14
Operação Verão deve começar no fim de dezembro e ir até o final de fevereiro na Baixada Santista
Operação Verão deve começar no fim de dezembro e ir até o final de fevereiro na Baixada Santista   Foto: Alexsander Ferraz/AT

O comando da Polícia Militar (PM) na Baixada Santista projeta que a região tenha um número de policiais acima do habitual durante a Operação Verão, que deve começar no fim de dezembro e ir até o fim de fevereiro.

O número de agentes ainda não foi definido, mas a expectativa do coronel Gilson Hélio Jesus dos Santos é de que haja efetivo maior do que em anos anteriores à pandemia de covid-19.


Clique, assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe centenas de benefícios!


O coronel, comandante da corporação na Baixada Santista e no Vale do Ribeira (CPI-6), prevê grande circulação de pessoas pela região durante o verão, em especial na virada do ano. Por isso, a corporação planeja um efetivo maior para garantir mais segurança.


“Todos os preparativos já estão em pleno andamento. Teremos um reforço muito grande e importante, além do que tivemos em anos anteriores. Vamos considerar que 2020 e 2021 não tivemos Operação Verão como os anos anteriores É nossa expectativa e nossa solicitação também", disse o coronel Hélio em entrevista para A Tribuna.


O tema foi um entre os discutidos durante uma reunião do comando da PM com a Polícia Civil, que ocorreu nesta segunda-feira (31), na sede do Comando de Policiamento do Interior Seis (CPI-6), em Santos. Os agentes também abordaram estratégias para melhoria da segurança na reta final do ano.


Coronel Hélio fala em efetivo maior da PM durante a Operação Verão
Coronel Hélio fala em efetivo maior da PM durante a Operação Verão   Foto: Daniel Gois/AT

Queima de fogos

Ao menos três cidades da Baixada Santista já confirmaram que terão queima de fogos nas praias durante o Réveillon.


Santos, Guarujá e Peruíbe voltarão a ter a queima de fogos. A expectativa é que as duas primeiras cidades recebam, cada uma, cerca de um milhão de turistas.


Em Bertioga, não haverá queima de fogos, mas sim um show na orla da praia. As demais prefeituras ainda acertam detalhes das celebrações.


“A segurança estará presente em todas as cidades, principalmente na virada do ano. (Haverá) Efetivo com reforço 100% total. Teremos um grande contingente de população que descerá ao litoral, e a Polícia Militar está se preparando para receber e proporcionar a maior segurança possível às pessoas que se deslocarem", ressaltou o coronel Hélio.


Logo A Tribuna
Newsletter