CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE
Cidades da Baixada divulgam esquema para vacinar profissionais da área do transporte
Na maioria das cidades, imunização é destinada apenas a trabalhadores que moram na região e atuam em São Paulo
Por: ATribuna.com.br  -  18/05/21  -  16:00
Atualizado em 18/05/21 - 16:05
Profissionais devem realizar cadastro no site do Vacina Já e comparecer ao local de imunização com o QR Code gerado   Foto: Vanessa Rodrigues/AT

A vacinação contra Covid-19 em profissionais da área de transporte iniciou em algumas cidades da Baixada Santista nesta terça-feira (18). Entretanto, a maioria dos municípios segue orientação do Governo do Estado e imuniza apenas trabalhadores que residem na região, mas que atuam na Capital. As únicas exceções são Itanhaém, que aplica a vacina em motoristas e cobradores que trabalham no próprio município, e Guarujá e Praia Grande, que oferecem imunização para todos que conseguirem a validação pelo site do Vacina Já.



Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Para receber a vacina, portanto, os profissionais devem realizar cadastro no site do Vacina Jáe comparecer ao local de imunização com o QR Code gerado. Apenas nesta condição, a vacinação será autorizada.


Em Cubatão, motoristas e cobradores de transporte de cargas e passageiros começaram a ser vacinados no Parque Anilinas nesta terça-feira (18). Além do QR Code, os trabalhadores que forem imunizados devem comparecer ao local com identidade funcional e documento pessoal. A imunização é para profissionais que residem no município, mas atuam em São Paulo.


Guarujá também iniciou a vacinação de motoristas de transporte público coletivo nesta terça-feira (18). Porém, apesar de existir 330 motoristas aptos para a vacinação em Guarujá, a cidade recebeu apenas 35 doses da vacina para este público. Desta forma, o município encaminhou um ofício ao Governo do Estado solicitando mais doses do imunizante.

Para receber a vacina, portanto, os profissionais devem comparecer aos locais de imunização com RG, CPF, comprovante de residência e o QR Code impresso. A vacinação acontece no Ginásio Guaiabê, localizado na Av. Santos Dumont, 420, no bairro Santo Antônio e no salão paroquial da Igreja Nossa Senhora das Graças, na Rua Padre Anchieta, 107, na Vila Alice.

Em nota, a Secretaria de Saúde da cidade afirmou que só serão vacinados os profissionais que conseguirem a validação pelo site. Segundo a Administração Municipal, apenas os motoristas que atuam nas linhas intermunicipais estão conseguindo realizar o cadastro. Logo, são os que recebem a imunização.


Itanhaém recebeu apenas 10 doses para os profissionais da área de transporte e iniciou a imunização nesta terça. Desta forma, os motoristas que moram e atuam na cidade recebem o imunizante no Posto Volante de Vacinação, que fica na Rua Aécio Menucci, 281, no Centro. O público, porém, deve comparecer com RG, CPF, comprovante de endereço e carteira funcional, além do QR Code.


A vacinação em Mongaguá é destinada para motoristas e cobradores que residem na cidade e trabalham em São Paulo. O público pequeno - com cerca de cinco pessoas – deve receber o imunizante a partir desta terça na Sede da Vigilância Epidemiológica, localizada na Avenida São Paulo, 2.050, no Centro.


Praia Grande divulgou nesta segunda-feira (17) que os profissionais da área de transporte iriam começar a ser vacinados contra a Covid-19 nesta terça-feira (18). Com cinco polos de vacinação, motoristas e cobradores devem comparecer ao local com documento de identificação com foto, CPF e comprovante de residência, além do QR Code.

Os locais da vacinação funcionam de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h, no Ginásio Canto do Forte (Av. Rio Branco, 572, Canto do Forte); Parque da Cidade (Rua José Bonifácio, Sítio do Campo, em frente ao Terminal Rodoviário Tude Bastos); Conviver São Jorge (Rua João Batista de Siqueira, 130, Vila Antártica); Conviver Caiçara (Rua Maria Antunes Navarro, s/nº, esquina com a Rua São Domingos) e Ginásio Samambaia (Av. Maria Cavalcante, 10, Samambaia).

Em nota, a cidade afirmou que, independente de atuar no município de São Paulo, os profissionais que conseguirem a validação no site do Governo, serão vacinados.


Peruíbe recebeu 35 doses para a vacinação de trabalhadores do setor de transporte. Porém, a imunização não começou nesta terça, pois ela deverá ser agendada, já que a Prefeitura criou uma plataforma para agendar a vacinação deste grupo. Segundo a Administração Municipal, o objetivo é evitar aglomerações.

Os profissionais serão vacinados no Serviço Municipal de Vigilância Epidemiológica, localizado na Rua Jaçanã, 125, no Centro. O horário será escolhido na hora do agendamento. Em nota, a Secretaria de Saúde afirmou que apenas os motoristas que tiverem o QR Code do Governo do Estado irão receber a vacina. Porém, além do QR Code, o público também deverá comparecer ao local da imunização com documento com foto.


Santos recebeu apenas 25 doses da vacina de Oxford/AstraZeneca para os trabalhadores do setor de transporte. Desta forma, o imunizante será destinado aos profissionais que moram na cidade, mas atuam no município de São Paulo. Ou seja, as doses não contemplam aqueles que moram e atuam em Santos, como os trabalhadores do transporte coletivo municipal.

A cidade encaminhou um ofício ao Governo do Estado solicitando o envio de mais doses para que a vacinação atinja todos os motoristas que moram em Santos. Desta forma, o município irá iniciar a imunização deste público nesta quarta-feira (19).


Em São Vicente, a vacinação dos motoristas e cobradores de ônibus que moram em São Paulo e residem na cidade também começa nesta terça-feira (18). O município recebeu 335 doses para este público, portanto, a aplicação da vacina de Oxford/AstraZeneca acontece em todas as unidades de saúde da cidade e em postos móveis.

São Vicente também oferece a imunização em sistema drive-thru, um na Área Insular, no Shopping Brisamar, onde também é possível se vacinar no 3º piso, loja 329 e outro na Área Continental, no Ginásio Poliesportivo Dr. Luiz Gonzaga, na Praça dos Ambientalistas, s/nº, no Jardim Rio Branco. Em todos os casos, os profissionais de transporte devem comparecer com o QR Code, documento com foto, CPF e comprovante de residência.


Bertioga ainda aguarda posicionamento do governo estadual para definir a logística de imunização dos trabalhadores da área de transporte, pois a Secretaria de Saúde recebeu um quantitativo pequeno de doses da vacina destinado aos motoristas que moram no município e atuam na transporte em São Paulo. Desta forma, a cidade ainda não informou a programação para a vacinação deste público.