Chuva deixa morros em estado de observação antes de chegada da frente fria no litoral de SP

Em Santos, o índice pluviométrico das últimas 72 horas é de 37,8 milímetros

Por: ATribuna.com.br  -  31/10/22  -  11:32
Em Santos, o índice pluviométrico das últimas 72 horas é de 37,8 milímetros
Em Santos, o índice pluviométrico das últimas 72 horas é de 37,8 milímetros   Foto: Arquivo AT

Depois de um domingo de praia, sol e calor, as cidades da Baixada Santista registraram uma madrugada chuvosa nesta segunda (31). O índice pluviométrico mais alto registrado nas últimas 24 horas foi em Bertioga, com 12 milímetros. Um bambu chegou a cair na Estrada de Pernambuco, em Guarujá.


Clique, assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe centenas de benefícios!


A previsão do tempo para a semana no Litoral de São Paulo é de chuva, Além disso, a partir desta terça (1º), a temperatura deve despencar. Confira por cidade.


Em Santos, o índice pluviométrico das últimas 72 horas é de 37,8 milímetros. Os morros estão em estado de observação e não há registros de ocorrências.


Praia Grande registrou 5,5 milímetros nas últimas 24 horas, também sem ocorrências registradas pela Defesa Civil. Segundo a Prefeitura, a sinalização viária não foi afetada e não há registro de pontos com acúmulo de água nesta manhã.


Em Guarujá, o índice pluviométrico registrado pela Defesa Civil foi de 6 milímetros nas últimas 24 horas. Nesse período, houve apenas o registro de uma queda de bambu na Estrada de Pernambuco. O local já foi desobstruído e não houve vítimas.


Bertioga informou que o índice pluviométrico das últimas 24 horas é de 12 milímetros, no total. A Defesa Civil informou que não houve chamado para ocorrências através do 199.


A Defesa Civil de Mongaguá informou que nenhuma ocorrência foi registrada. Nas últimas 24 horas, 14,38 milímetros de chuva foram registrados.


Também no Litoral Sul, Peruíbe não registrou ocorrências. O Departamento Municipal de Defesa Civil informou que a média do índice de chuvas das últimas 24 horas é de 5,5 milímetros.


As prefeituras de São Vicente, Itanhaém e Cubatão não retornaram até a publicação desta reportagem.


Logo A Tribuna
Newsletter