Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Baixada Santista pode entrar em 'lockdown' com todo o Estado de São Paulo nesta quarta-feira

Pior semana desde o começo da pandemia no Brasil pode regredir todas as cidades do estado à fase vermelha do Plano SP

Por: Por ATribuna.com.br  -  03/03/21  -  11:13
Atualizado em 03/03/21 - 11:40
Baixada Santista passa dos 62 mil doentes desde o começo da pandemia por coronavírus
Baixada Santista passa dos 62 mil doentes desde o começo da pandemia por coronavírus   Foto: Matheus Tagé/AT

O governador João Doria disse nesta terça-feira (2) que São Paulo entrou na pior semana desde o começo da pandemia no Brasil. Com isso, todas as regiões do estado podem entrar na fase vermelha do Plano SP a partir desta quarta-feira (3). A expectativa é que Doria anuncie a mudança no início desta tarde. Isso, obviamente, inclui a região da Baixada Santista, que compreende todo o litoral de São Paulo.


“Entramos na pior semana da Covid-19 da história da pandemia desde 26 de fevereiro. Isso não apenas em São Paulo, os demais estados também. Eu tenho falado com governadores de outros estados. Há uma preocupação generalizada".


A possibilidade é avaliada pelo governo que, apesar da decisão, deverá manter as escolas abertas. Segundo publicação da Folha de São Paulo, uma nota assinada pelo secretário de estado da Saúde, Jean Gorinchteyn, confirmou que “novas medidas de enfrentamento da pandemia ainda estão em discussão entre o Governo de SP e o Centro de Contingência do Coronavirus no estado”.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Ainda de acordo com o chefe da pasta, o funcionamento das escolas não foi debatido com a Secretaria de estado da Educação. Um decreto estadual, publicado em dezembro de 2020, garante a abertura da educação em todas as etapas do plano.


Nesta terça, pelo menos quatro grandes hospitais privados da capital paulista - Einstein, Oswaldo Cruz, BP e São Camilo, afirmaram que atingiram nos últimos dias 100% de ocupação de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para internados com covid-19.


Na capital


Em entrevista à Rádio Bandeirantes, o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, reconheceu o momento ruim e revelou que medidas mais restritivas devem ser levas em consideração. 


"Eu defendo que o estado todo deveria ser colocado imediatamente em uma fase mais restritiva, com diminuição da circulação principalmente a partir das 20h para evitar festas e aglomerações. Isso deveria ocorrer por um período mínimo de 15 dias", finaliza. 


Na Baixada Santista, média móvel de mortes por covid-19 cresce 14,28% em uma semana


A média móvel de mortes por coronavírus na Baixada Santista cresceu 14,28%. Na última semana, a média era de 7 óbitos por dia. Já na semana anterior, de 17 a 23 de fevereiro, a média era de 8 mortes por dia. 


Segundo o infectologista Eduardo Santos, isso se deve ao resquício do relaxamento do Carnaval. "Muitas pessoas curtiram a data sem se preocupar com a pandemia e vemos tudo isso ao analisar os números. Eles sempre aumento após finais de semana de sol, feriados e datas festivas", explica ele.


Logo A Tribuna